terça-feira, 14 de junho de 2022

Eduardo Girão foi o único Senador a votar pela redução do ICMS; Tasso e Cid não votaram

Dos três senadores do Ceará, só um votou a favor do projeto de lei que reduz e limita o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) sobre combustíveis, gás natural, energia elétrica, comunicações e transporte coletivo. O cearense Eduardo Girão (Podemos) foi o único a votar e se posicionou a favor do projeto, aprovado por 65 votos contra 12. Os demais senadores cearenses, Tasso Jereissati (PSDB) e Cid Gomes (PDT), que já haviam se posicionados contrários à redução do imposto e também articulado voto contra de outros senadores, não foram ao Senado e não participaram da votação, estrategicamente. Cid já classificou à redução do imposto de “crime” e alegou prejuízo aos cofres do Estados. Já Tasso, afirmou que reduzir ICMS não é oportuno. 

Fonte: Revista Ceará
(Foto: Agência Senado)

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More