ANUNCIE AQUI NO SOBRAL 24 HORAS E EM NOSSAS REDES SOCIAIS

sexta-feira, 15 de julho de 2022

Alexandre de Moraes dá 2 dias para Bolsonaro se manifestar em ação contra “discursos de ódio”

O presidente em exercício no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Alexandre de Moraes, deu 2 dias para que o presidente Jair Bolsonaro se manifeste em uma ação movida por partidos de esquerda que acusam o presidente de “incitar a violência” e proferir “discursos de ódio”.

Ao TSE, os partidos Rede, PC do B, PSB, PV, PSOL e Solidariedade argumentam que as falas do presidente configuram-se em “estímulos psicológicos” que vão construindo no imaginário de seus apoiadores e seguidores a desumanização do opositor.

Segundo os partidos, “essa prática reiterada durante seus atos de pré-campanha, agendas institucionais, e aparições nas redes sociais vão reforçando no imaginário comum de seus apoiadores a prática da violência, não só “no sentido figurado”, mas efetivamente praticada”.

De acordo com Moraes, como os pedidos envolvem “relevantíssimas consequências” para Bolsonaro é necessário ouvir o presidente sobre as implicações feitas pelos partidos.

A ação pede que seja fixada multa de R$ 1 milhão caso Bolsonaro promova novas manifestações nesse sentido.

As siglas também pedem que o presidente seja obrigado a condenar publicamente o assassinato de Marcelo Arruda — morto a tiros por Jorge Guaranho, agente penal federal e apoiador do presidente, na própria festa de aniversário no último domingo (10).

(Gazeta Brasil)

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More