ANUNCIE AQUI NO SOBRAL 24 HORAS E EM NOSSAS REDES SOCIAIS

sábado, 23 de julho de 2022

Bolsonaro elogia operação no Alemão e lamenta morte de PM

Em uma live nas suas redes sociais, o presidente Jair Bolsonaro lamentou nesta quinta-feira (21) a morte do policial militar Bruno de Paula Costa. O cabo da PM foi uma das 19 vítimas confirmadas na operação em conjunto das Polícias Civil e Militar no Complexo do Alemão, na Zona Norte do Rio de Janeiro.

Bruno tinha 38 anos e deixou uma esposa e dois filhos portadores do espectro autista. O chefe do Executivo considerou a morte como “fato lamentável” e relatou emoção porque o cabo era paraquedista.

– Fato lamentável lá do Rio de Janeiro, o cabo Bruno de Paula Costa faleceu vitimado aí por confronto com bandidos. Ele, que estava na UPP Nova Brasilia, foi socorrido e não resistiu. Tinha 38 anos, deixa viúva e dois filhos portadores do espectro autista. A fotografia dele (levanta a foto), até quando vi aqui me emocionei, porque (ele era) meu colega paraquedista. Deve ter feito curso enquanto serviu em alguma unidade da brigada paraquedista. Nossos sentimentos à família. Lamentamos o ocorrido – desabafou.

Ao ser questionado por uma jornalista, o pré-candidato à reeleição voltou a falar sobre o caso nesta sexta-feira (22). Ele estava em um posto de combustível em Brasília, ao lado de ministros do governo, verificando a redução dos preços. Na declaração, Bolsonaro ainda afirmou que ligou para a irmã de Bruno.

– Hoje eu liguei… Atendeu a irmã do cabo da Polícia Militar executado pela bandidagem ontem quando chegava à UPP – ilustrou o chefe do Executivo.

Quando a jornalista perguntou sobre os suspeitos, o presidente sugeriu ela que “se solidarizasse com essas pessoas”. Ele preferiu não comentar a morte de Letícia Marinho Sales, de 50 anos, que foi atingida por um disparo dos policiais quando passava de carro, e por fim enalteceu a ação policial.

– Não vou entrar em detalhe aqui. Não, não, não. Se eu ligar para todo mundo que morre todo o dia, eu tô… Esse fato deu repercussão, é um cabo paraquedista, é meu irmão e ponto final. Parabéns a polícia militar aí – resumiu.

A operação tinha como alvo uma quadrilha de roubo de veículos. Segundo a PM, foram apreendidas 46 motos, além de uma metralhadora .50 (capaz de derrubar helicóptero), quatro fuzis e duas pistolas. A PM afirma ainda que quatro suspeitos foram presos na Favela da Galinha e um preso ferido está sob custódia no Getúlio Vargas. (Pleno News)

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More