segunda-feira, 11 de julho de 2022

Governadora Izolda Cela ainda não reduziu imposto ICMS sob combustíveis

Izolda, havia informado, na segunda-feira do dia (4), que o estado seguiria a lei 194, que determinava teto de redução. Nessa segunda, 11, foi constato por consumidores que o Ceará ainda não havia reduzido o imposto de 29% para 18%, conforme anunciado pela governadora.

ICMS | A governadora do Ceará, Izolda Cela (PDT) havia informado, na segunda-feira do dia (4), que o estado seguiria a lei 194, que determinava teto de redução para o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) dos combustíveis no estado. O imposto sobre os preços dos itens seria de 18%, de acordo com a Secretaria da Fazenda estadual.

Nessa segunda-feira, 11, foi constato por diversos consumidores por meio de notas fiscais ao abastecerem nas bombas, que o Ceará ainda não havia reduzido o imposto de 29% para 18%, conforme anunciado pela governadora que tenta reeleição pelo PDT.

Agora a pouco, o presidente da República, Jair Bolsonaro (PL), sugeriu que consumidores peçam a nota fiscal quando abastecerem o carro em postos de gasolina, para em seguida entrarem com uma ação coletiva contra governadores que ainda não reduziram o ICMS sobre os combustíveis nas bombas. A oposição no Ceará foi às redes sociais no fim de semana cobrar explicação à Izolda Cela.

Fonte: Revista Ceará

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More