terça-feira, 9 de agosto de 2022

Fachin não quer que militares acessem dados de eleições anteriores

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) rejeitou dar às Forças Armadas acesso a parte dos arquivos das eleições de 2014 e 2018.

A decisão está em ofício assinado pelo presidente do TSE, ministro Edson Fachin, e enviado, nesta segunda-feira (8), ao ministro da Defesa, general Paulo Sérgio Nogueira de Oliveira.

Fachin disse aos militares que as entidades fiscalizadoras das eleições, incluindo as Forças Armadas, não têm “poderes de análise e fiscalização de eleições passadas, não lhes cumprindo papel de controle externo do TSE”.

O presidente do TSE afirmou ainda que o prazo para fazer pedidos referente aos pleitos anteriores venceu, respectivamente, em janeiro de 2015 e janeiro de 2019, motivo pelo qual as demandas dos militares não seriam atendidas.

Fonte: Portal Grande Ponto

2 comentários:

Pra quê, esse medo do STF??

O pessoal do supremo ta preocupado com quê, voto não é democrático ou sistema de votação pela urnas eletrônicas são duvidosos

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More