domingo, 7 de agosto de 2022

Força do Nordeste pode até favorecer Bolsonaro

O Nordeste, que historicamente ajudou o PT a vencer eleições para a Presidência da República, pode definir a disputa deste ano a favor do presidente Jair Bolsonaro. Em 2006, na esteira do sucesso do Bolsa Família, Lula teve 77% dos votos válidos na região, mas a média das pesquisas semanais da Potencial Inteligência revela que o petista teria hoje, no primeiro turno, 60% contra 29% do presidente Jair Bolsonaro.

Foi por pouco

A ex-presidente Dilma venceu suas duas eleições com 72% dos votos válidos no Nordeste. Em 2014, esse percentual quase não foi suficiente

Quase igual

Com 29%, Bolsonaro já está bem próximos dos 30% obtidos no segundo turno contra Haddad, que resultaram na sua eleição em 2018.

Empate

Pesquisa Gerp, do pai do ex-presidente da Câmara Rodrigo Maia, já aponta empate de Lula e Bolsonaro em 38%. Registro nº BR-09327/22.

Acirramento

No geral, a diferença entre os principais candidatos chegou a 11,1%, encerrou a última semana em 6,9 pontos, segundo a média semanal.

(Diário do Poder)

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More