ANUNCIE AQUI NO SOBRAL 24 HORAS E EM NOSSAS REDES SOCIAIS

domingo, 23 de outubro de 2022

Fracasso no combate a fake news inspira escalada autoritária

A inédita escalada autoritária contra a mídia regular decorre do fracasso da Justiça Eleitoral no combate a “fake news” ou à “desinformação”, apesar da prestimosa colaboração das redes sociais. Colaboração, aliás, regiamente recompensada pelos partidos autorizados a usar o dinheiro público do Fundão Eleitoral para pagar por impulsionamento de mensagens. Incapaz de impedir as habituais mentiras de candidatos, o TSE tampouco conseguiu intimidar os ativos usuários das redes sociais.

Polêmica fake

Curiosamente, o TSE quase cassou o presidente Jair Bolsonaro por “impulsionamentos” jamais comprovados na campanha de 2018.

Sem controle

O Tribunal Superior Eleitoral demorou a perceber que não há como controlar e censurar bilhões de mensagens diárias nas redes.

Conduta parcial

Outro erro do TSE foi adotar medidas de repressão quase sempre contra bolsonaristas. Simplesmente porque as mentiras são suprapartidárias.

Conta provisória

O impulsionamento de mensagens custou mais de R$212 milhões aos brasileiros. Dois terços desse valor foram para Facebook e Google.

(Diário do Poder)

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More