sábado, 14 de janeiro de 2023

Lula não consegue cumprir compromisso de campanha no aumento salário mínimo

Na entrevista coletiva onde foram anunciadas as primeiras medidas do governo para retomada fiscal, o ministro da Fazenda Fernando Haddad disse que a “Previdência precisará refazer as contas para o salário mínimo”.

“O valor de R$ 6,8 bi estabelecidos para reajuste do salário mínimo foi consumido pela fila do INSS. Assim, a Previdência deverá refazer os cálculos para que a gente possa reavaliar como agir à luz desse cálculo”, disse o ministro.

Na campanha eleitoral, o presidente Lula se comprometeu com um salário mínimo no valor de R$ 1.320,00 e desde o ano passado, a equipe de transição, chefiada pelo vice-presidente Geraldo Alckmin, já havia negociado e feito um acordo com o relator do orçamento, o senador Marcelo Castro (MDB-PI) para reserva dos recursos no orçamento com este propósito.

Para o ministro Haddad isso ainda não ocorreu porque “o assunto está em discussão entre os ministérios da área econômica e porque a decisão compete ao presidente da República, mas o aumento real do salário mínimo em 1,4% , acima da inflação, seguirá acontecendo.”

(Hora Brasília)

2 comentários:

Muito bonito,e os do ministros quase 10 mil de aumento,quando e o mizeral salario mínimo, n tem como,ksksksksksks,faz o L

COMO QUE OS ELEITORES DESSE PINÓQUIO ACREDITARAM NELE DE NOVO

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More