ATENÇÃO! NÃO PERCA SEU VEÍCULO PARA A BANDIDAGEM!

ADQUIRA JÁ O RASTREADOR E BLOQUEADOR EM TEMPO REAL: FALE COM O KELTON OU LIGUE (88) 99975.7272/99299.9212. CLIQUE AQUI E SAIBA MAIS

quinta-feira, 17 de janeiro de 2019

Ceará: como consultar, emitir boleto e quitar

Veja principais dúvidas: como e onde pagar IPVA atrasado, o que acontece se atrasar pagamento e para que serve o imposto.
O boleto para o pagamento do Imposto sobre a Circulação de Veículos Automotores (IPVA) deste ano já está disponível no site da Secretaria da Fazenda do Estado do Ceará (Sefaz). O contribuinte já pode consultar a tabela de valores do IPVA 2019, além de onde e como pagar o IPVA 2019.

Essa é a única forma de realizar o pagamento do tributo, uma vez que os boletos não serão enviados pelos Correios. 

Desconto para cota única

O proprietário de veículo que pagar o imposto em cota única até o dia 31 de janeiro terá redução de 5% no valor do boleto, podendo ser efetuado pagamento até 8 de fevereiro de 2019, sem o desconto e sem acréscimos moratórios. É possível pagar à vista ou em até cinco parcelas mensais.

R$ 100,00

O valor mínimo do imposto a ser parcelado será de R$ 100,00. 

A alíquota do IPVA dos veículos tipos ciclomotores, motonetas, motocicletas e triciclos de até 125cc fica reduzida em 50% (cinquenta por cento), se não existir infração de trânsito, no ano de 2018, no prontuário do veículo junto ao órgão de trânsito.
Principais dúvidas

Como pagar IPVA atrasado?

O contribuinte cearense deve entrar em contato com setores responsáveis pelo imposto e negociar o pagamento da dívida. 

O que acontece se eu atrasar o IPVA?

O cearense que não pagar o imposto poderá pagar multa e até entrar na dívida ativa do Estado. Entenda.

Para que serve o IPVA?

Os recursos no Ceará não devem se restringir mais ao desenvolvimento do transporte, como podem ser utilizados em outros setores. Saiba quais.

Se o IPVA estiver atrasado, o veículo pode ser apreendido?

O Detran Ceará afirma que o atraso no IPVA não é motivo para apreensão do veículo, mas a Polícia Federal pode entender a situação de outra forma. Confira.

(DN)

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More