ATENÇÃO! NÃO PERCA SEU VEÍCULO PARA A BANDIDAGEM!

ADQUIRA JÁ O RASTREADOR E BLOQUEADOR EM TEMPO REAL: CLIQUE AQUI E FALE COM O KELTON OU LIGUE (88) 99975.7272/99299.9212. CLIQUE AQUI E SAIBA MAIS

sábado, 23 de fevereiro de 2019

Ajuda humanitária sai de Boa Vista em direção à fronteira.
 
A embaixadora venezuelana reconhecida pelas autoridades brasileiras, Maria Teresa Belandria, confirmou o envio em sua conta no Twitter.

Por volta das 6h50 da manhã deste sábado (23), dois caminhões carregados de ajuda humanitária enviada pelo governo brasileiro saíram de Boa Vista, capital de Roraima, em direção à fronteira com a Venezuela.

O conteúdo da ajuda brasileira é basicamente composto por medicamentos de doenças de baixa complexidade como analgésicos, insumos hospitalares básicos, além de alimentos como arroz e leite em pó. O carregamento pode atender até 6 mil pessoas.

A fronteira, no entanto, está fechada para veículos por ordem do governo venezuelano desde a última quinta-feira (21). Caminhantes ainda podem cruzar o limite dos países.

A embaixadora venezuelana reconhecida pelas autoridades brasileiras, Maria Teresa Belandria, confirmou o envio em sua conta no Twitter e agradeceu ao Brasil e aos Estados Unidos.

Belandria foi indicada ao cargo por Juan Guaidó, autointitulado presidente da Venezuela.

Segundo as ordens brasileiras, os veículos usados para entregar a ajuda humanitária precisam ser venezuelanos e conduzidos por motoristas venezuelanos. O governo já confirmou que não existe a possibilidade de uma invasão para que a ajuda seja entregue.

Colômbia x Venezuela

Enquanto isso, as tensões na fronteira entre Colômbia e Venezuela continuam. O presidente colombiano Ivan Duque e Guaidó já afirmaram que vão conduzir a entrega dos mantimentos.

Mas essa fronteira também foi fechada por militares, que apoiam o governo de Maduro.

Fonte: R7

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More