ATENÇÃO! NÃO PERCA SEU VEÍCULO PARA A BANDIDAGEM!

ADQUIRA JÁ O RASTREADOR E BLOQUEADOR EM TEMPO REAL: FALE COM O KELTON OU LIGUE (88) 99975.7272/99299.9212. CLIQUE AQUI E SAIBA MAIS

quarta-feira, 6 de março de 2019

Alívio no bolso: Projeto permitirá a consumidor economia de até 70% na conta de água

Projeto na Câmara permitirá a consumidor economia na conta de água: dispõe sobre regulamentação do uso do supressor de ar na tubulação. 

É sabido que a força do ar pode, às vezes, forçar o medidor de água da Saneago e fazer com que a conta aumente, com o consumidor pagando a mais do que aquilo que consome. Com base nisso e levando em conta que em outras cidades já foi aprovado e já vigora lei semelhante, o vereador Eurides Laurindo (PDT), entrou com projeto de lei na Câmara Municipal de Iporá para que nesta municipalidade isto também esteja em vigor. 

O projeto dispõe sobre a regulamentação do uso do supressor de ar na tubulação de abastecimento de água em edificações residenciais e comerciais. A matéria está tramitando em comissão para, posteriormente, ser colocada em discussão do plenário e votada.

Se aprovada a lei, o consumidor de água poderá adquirir o dispositivo supressor de ar e solicitar a sua instalação pela concessionária. A lei prevista salienta que só será aceito dispositivo supressor de ar de hidrômetro cuja fabricação seja homologada pelo lNMETRO. Se aprovado, será instalado o dispositivo supressor de ar no cavalete, antes do hidrômetro e, após a instalação do equipamento supressor de ar, a concessionária afixará um lacre de segurança, semelhante ao do hidrômetro.

Justifica o vereador Eurides Laurindo que os hidrômetros são sensíveis à passagem de ar, e o porcentual que o consumidor pode pagar pelo ar na conta de água ultrapassa os 15%, de acordo com o doutor em Saneamento e professor da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes) Ricardo Franci. E quem vive em regiões mais distantes pode pagar ainda mais pelo ar que vem com a água. Laboratórios de hidráulica de várias regiões do país já comprovaram a presença de ar nas redes de distribuição sob determinadas condições. E comprovaram também que isso pode gerar movimentação do hidrômetro, o que vai resultar em uma medição exagerada no consumo de água. 

O vereador afirma que, em lugares onde a instalação do supressor de ar já é regulamentada, usuários relatam economia de até 70% na conta de água. Com base em tudo isso, Eurides acredita que deverá ser aprovada esta lei que trará economia para os iporaenses.

Fonte: Oestegoiano

2 comentários:

Pois é! Mas em Sobral, Ceará, é mais fácil instalarem uma geringonça na tubulação para injetar mais AR! Sim, com esses vereadores que temos, sim.

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More