segunda-feira, 13 de abril de 2020

Em nota, Associação de PM’s de São Paulo se diz contra a prisão pra quem desobedecer isolamento

A associação que representa os oficiais da Polícia Militar (PM) de São Paulo declarou-se contrária à prisão “de brasileiros que não acatarem a recomendação de governos estaduais ao isolamento social”, diante da pandemia de covid-19, doença causada pelo novo coronavírus. O posicionamento foi defendido hoje, em nota oficial da Associação de Oficiais Militares do Estado de São Paulo em Defesa da Polícia Militar. Para a entidade, o isolamento é uma “recomendação, não uma ordem”. A nota contraria o governador de SP, João Doria (PSDB), embora não faça menção ao seu nome, destaca o UOL.

Contrariando o governador tucano, João Doria, para a entidade, o isolamento é uma “recomendação, não uma ordem”.

A nota da entidade é uma resposta a declaração feita pelo governador que se o isolamento não aumentasse, o governo poderia prender cidadãos que descumprissem as medidas de isolamento.

(R. Curitiba)

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More