segunda-feira, 25 de maio de 2020

Chile reduzirá salários de presidente e ministros

Piñera disse que a reforma constitucional vai reduzir os “subsídios parlamentares e os salários de outras autoridades”.
Sebastián Piñera, presidente do Chile, anunciou, nesta segunda feira (25), a promulgação de uma reforma constitucional no país sul-americano.

As alterações abrem espaço para redução dos subsídios e salários das autoridades governamentais e de outros funcionários da administração pública.

Em mensagem nas redes sociais, Piñera anunciou:

“Começamos esta semana promulgando a Reforma Constitucional que reduz os subsídios parlamentares e os salários de outras autoridades, como o Presidente, ministros, subsecretários, prefeitos, governadores e outros funcionários.”

O mandatário chileno acrescentou que essa é uma reforma “justa e necessária”, por conta das dificuldades financeiras que o país enfrenta em decorrência da pandemia de coronavírus. 

O próximo passo agora está nas mãos do Conselho Sênior de Direção Pública, que terá 30 dias para fixar temporariamente o novo salário, cujo valor definitivo será fixado posteriormente por uma comissão própria de cinco especialistas.

(Renovamidia)

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More