quarta-feira, 13 de maio de 2020

Heleno: "Divulgar vídeo de reunião é um ato impatriótico"

Ministro do GSI falou sobre a gravação da reunião entre ministros ocorrida em abril.

Nesta quarta-feira (13), o ministro do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), general Augusto Heleno, utilizou suas redes sociais para se contrapor ao pedido feito pela defesa do ex-ministro da Justiça, Sergio Moro, para que a gravação de uma reunião ministerial ocorrida no dia 22 de abril seja divulgado ao público.

O vídeo faz parte de um inquérito que apura uma suposta tentativa de interferência do presidente Jair Bolsonaro na Polícia Federal (PF), aberto após Moro pedir demissão do governo e acusar Bolsonaro de ter cometido irregularidades.

Em sua conta do Twitter, Heleno chamou o pedido de divulgação da gravação como um “ato impatriótico”.

– Pleitear que seja divulgado, inteiramente, o vídeo de uma Reunião Ministerial, com assuntos confidenciais e até secretos, para atender a interesses políticos, é um ato impatriótico, quase um atentado à segurança nacional – escreveu.
 
(Pleno News)

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More