segunda-feira, 13 de julho de 2020

Fortaleza vence o Guarany de Sobral de goleada e assume liderança do Estadual

Mesmo com time reserva, Tricolor de Aço faz 5 a 0 no Guarany com extrema facilidade e lidera a 2ª Fase
O Fortaleza voltou com o pé calibrado aos jogos oficiais. Após 4 meses de paralisação do futebol, o Leão voltou afiado e bateu o Guarany de Sobral no Castelão por 5 a 0, em jogo válido pela 6ª rodada da 2ª Fase do Campeonato Cearense. Com o resultado, o Leão assumiu a liderança, com 15 pontos e a defende na última rodada, na quarta-feira, quando enfrenta o Ceará no Clássico-Rei, às 22h30 no Castelão.

Já o Guarany, se mantém em 4º com 10 pontos, mas está ameaçado pelo Atlético, que venceu na rodada e tem nove.

No primeiro jogo do Leão após 4 meses de paralisação, o técnico Rogério Ceni surpreendeu, escalando uma equipe considerada reserva. Ele poupou Felipe Alves, Bonilha, Osvaldo, Marlon e Bruno Melo, pensando no Clássico-Rei de quarta-feira, dando chance para jogadores como Gabriel Dias, Roger Carvalho, Derley, Mariano Vázquez, Edson Cariús, entre outros, todos de reconhecida qualidade.

Com isso, mesmo modificado, o Leão não teve dificuldades para dominar o jogo desde o início de não dar chances ao Guarany. O time sobralense, voltou ao campeonato muito reformulado, com poucos remanescentes do elenco antes da pandemia e com muitos jogadores da base de Leão e Vovô.

Desde o inicio o Tricolor de Aço impôs sua maior qualidade, e mesmo sem forçar muito e sem a intensidade esperada, fez seus gols com naturalidade.

O primeiro até demorou a sair, só aos 32 minutos, após falha de marcação da defesa do Bugre. Mariano Vázquez bateu escanteio, a zaga não tirou e Edson Cariús, oportunista, cabeceou para o gol. A bola ainda desviou em Tião antes de entrar.

A partir daí, o jogo ficou ainda mais tranquilo para o Tricolor, que foi para o intervalo com uma vantagem ainda maior, após gol de Derley, aos 45 minutos. O detalhe do gol foi a bela assistência de Mariano Vázquez para o volante marcar com categoria.

No 2º tempo, com a vantagem confortável, o Fortaleza jogou em ritmo de treino. Com a intensidade baixando no decorrer da etapa final, o técnico Rogério Ceni fez 4 alterações em um curto espaço de tempo - pelo regulamento agora são permitidas 5 por jogo - lançando Wellington Paulista, Yuri César, David e Romarinho.

E o resultado das mudanças foram mais gols, com Romarinho e Yuri César em chutes de fora da área, e para fechar, um golaço de falta de Juninho. Uma vitória tranquila do Tricolor.

Fonte: DN
Foto: Leonardo Moreira / FortalezaEC

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More