quinta-feira, 30 de julho de 2020

Segurança de luto: acidente de trânsito mata perito criminal da Pefoce na BR-222

Um acidente de trânsito registrado no começo da tarde desta terça-feira (28) na BR-222, entre os Municípios de Itapajé e Irauçuba, na Região Norte do Ceará (a cerca de 130Km de Fortaleza), resultou na morte de um servidor da Segurança Pública do Estado. O perito criminal Carlos Roberto Picanço Júnior, 36 anos, destacado na Coordenadoria de Perícia Criminal (Copec), da Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce), em Fortaleza, teve morte imediata no capotamento do seu automóvel.

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) fez o registro da ocorrência e providenciou o isolamento da área onde ocorreu o desastre. De acordo com informações das autoridades, o perito estava sozinho em seu automóvel quando perdeu o controle da direção. O carro saiu da estrada e capotou diversas vezes em um matagal às margens da rodovia. 

O desastre ocorreu na localidade de Lagoinha, situada a cerca de 25 quilômetros da sede municipal de Irauçuba, e, conforme o relato de testemunhas, o guiador foi projetado para fora do automóvel, tendo morte imediata.

Com a chegada das equipes de socorro no local, o corpo do perito foi resgatado e trazido para Fortaleza, sendo liberado na noite de ontem para velório e sepultamento.

Homenagem

Ainda na noite de ontem, após a liberação do corpo do perito na Coordenadoria de Medicina Legal (Comel), na sede da Pefoce, bairro Moura Brasil, colegas de profissão organizaram uma homenagem ao perito, com um comboio de viaturas com sirenes e luzes de emergência ligados seguindo o carro funerário que transportou o corpo do servidor ao cemitério onde hoje (29), pela manhã, ocorreram missa de corpo presente e sepultamento.

Em nota, a Associação Cearense de Criminalística (Acecrim) lamentou a perda do perito:

“É em profundo estado de consternação que a Acecrim recebe a notícia de falecimento do perito e amigo Carlos Roberto Picanço Passos Júnior (36), nesta terça-feira, 28. O Perito Oficial do Ceará atuou, desde 2013, na Coordenadoria de Perícia Criminal (Copec). Seu trabalho foi marcado pelo profissionalismo e atenção aos detalhes, sempre estudioso e grande companheiro, era admirado pelos colegas que o puderam conhecer.

Aos familiares e amigos de Carlos Picanço, prestamos solidariedade em nome dos Peritos Oficiais e Auxiliares de Perícia do Ceará. Por aqui, somos gratos à contribuição de inestimável valor com seu conhecimento e dedicação à Justiça e à sociedade.”

(Fernando Ribeiro)

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More