SOBRAL RASTREADORES - (88) 99975.7272 / 99299.9212

sábado, 13 de novembro de 2021

Gasolina volta a subir no Ceará e chega a R$ 7,20; veja preços nas cidades

Acompanhando o ritmo de alta nacional, o preço da gasolina comum no Ceará continua subindo. O novo relatório da ANP (Agência Nacional do Petróleo), divulgado neste sábado (13), aponta que o litro ficou 5 centavos mais caro, em média, passando de R$ 6,91 para R$ 6,96.

A máxima registrada no Estado também teve um discreto acréscimo, de R$ 7,19 para R$ 7,20.

Essas cotações, tanto de valor médio como de máximo, renovam as máximas históricas para a gasolina no Ceará.

As informações foram coletas entre os dias 7 e 13 de novembro, em comparação com a semana anterior.

O valor mais alto encontrado pela ANP no Ceará (R$ 7,20) foi em Itapipoca.

FORTALEZA TEM NOVA ALTA

Em Fortaleza, onde foram sondados 101 postos de combustíveis, o preço médio também saltou 5 centavos, de R$ 6,91 para R$ 6,96.

Já a mínima verificada disparou 20 centavos. Na semana encerrada em 6 de novembro, ainda era possível, com muita pesquisa, abastecer com o litro a R$ 6,39. Agora, este piso chegou a R$ 6,59, informa a ANP.


A máxima na Capital manteve-se em R$ 7,19.

Um lembrete: os preços assinaladas pela ANP podem ter sofrido alterações desde a coleta dos dados.

RANKING DA GASOLINA POR CIDADE (PREÇO MÉDIO)

Limoeiro do Norte: R$ 7,14
Itapipoca: R$ 7,135
Iguatu: R$ 7,130
Crateús: R$ 7,11
Sobral: R$ 6,983
Maracanaú: R$ 6,982
Fortaleza: R$ 6,96
Caucaia: R$ 6,94
Crato: R$ 6,89
Juazeiro do Norte: R$ 6,87
Quixadá: R$ 6,82

VEJA PREÇOS DETALHADOS DA GASOLINA

CEARÁ

Postos pesquisados: 196
Preço médio: R$ 6,96
Preço mínimo: R$ 6,59
Preço máximo: R$ 7,20

CAUCAIA

Postos pesquisados: 21
Preço médio: R$ 6,94
Preço mínimo: R$ 6,65
Preço máximo: R$ 6,99

CAUCAIA

Postos pesquisados: 21
Preço médio: R$ 5,97
Preço mínimo: R$ 5,89
Preço máximo: R$ 6,19

CRATEÚS

Postos pesquisados: 7
Preço médio: R$ 7,11
Preço mínimo: R$ 7,07
Preço máximo: R$ 7,19

CRATO

Postos pesquisados: 10
Preço médio: R$ 6,89
Preço mínimo: R$ 6,86
Preço máximo: R$ 6,99

FORTALEZA

Postos pesquisados: 101
Preço médio: R$ 6,96
Preço mínimo: R$ 6,59
Preço máximo: R$ 7,19

IGUATU

Postos pesquisados: 9
Preço médio: R$ 7,13
Preço mínimo: R$ 7,05
Preço máximo: R$ 7,14

ITAPIPOCA

Postos pesquisados: 6
Preço médio: R$ 7,13
Preço mínimo: R$ 7,10
Preço máximo: R$ 7,20

JUAZEIRO DO NORTE

Postos pesquisados: 10
Preço médio: R$ 6,87
Preço mínimo: R$ 6,69
Preço máximo: R$ 7,03

LIMOEIRO DO NORTE

Postos pesquisados: 6
Preço médio: R$ 7,14
Preço mínimo: R$ 7,12
Preço máximo: R$ 7,14

MARACANAÚ

Postos pesquisados: 10
Preço médio: R$ 6,98
Preço mínimo: R$ 6,94
Preço máximo: R$ 6,99

QUIXADÁ

Postos pesquisados: 2
Preço médio: R$ 6,82
Preço mínimo: R$ 6,79
Preço máximo: R$ 6,84

SOBRAL

Postos pesquisados: 14
Preço médio: R$ 6,98
Preço mínimo: R$ 6,89
Preço máximo: R$ 6,99

(Diário do Nordeste)

4 comentários:

Ta certo! Mas alguém pode me dizer o que o álcool tem a ver com o gasolina? A gasolina sobe e o álcool acompanha. O que tem a ver?

PARABÉNS CAMILO SANTANA, SEU IMPOSTO SOBRE OS COMBUSTÍVEIS É UM DOS MAIS ALTOS DO BRASIL...MÁS A CULPA É DO BOZO ���� NÉ ESQUERDA LIXO ����

Na vdd, tudo que compramos/usamos, cerca de metade do valor são tributos seja municipal, estadual ou federal, então é esquerda lixo e direita lixo tbm, não existe político preocupado com o povo, entendam isso

Concordo com esse último comentário... Ñ adianta defender político A ou B e nem Ideologias de direita ou esquerda. Isso é alienação política que cega as pessoas

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More