segunda-feira, 17 de janeiro de 2022

Rússia endurece leis e pedófilos serão enviados para prisões no Ártico por toda a vida

A Rússia deve aplicar penas de prisão perpétua para pedófilos e prendê-los em campos de prisioneiros do Ártico em resposta ao horrível estupro e assassinato de uma menina de cinco anos cujo sequestro foi realizado por um casal gay e registrado em vídeo.

O presidente do Parlamento, Vyacheslav Volodin , disse que aqueles que abusam sexualmente de crianças “não podem ser chamados de humanos” e prometeu “medidas ainda mais duras enviando todos os pedófilos para regiões polares” para cumprir suas sentenças.

O projeto de lei para aumentar as penas teve sua primeira leitura no final da última. Sob a mudança de regra proposta, os russos que já foram condenados por pedofilia e que atacam crianças novamente podem ser condenados à prisão perpétua.

O presidente da Duma, Volodin, disse :

“Os condenados por tais crimes devem cumprir penas de prisão perpétua nas condições mais severas – no extremo norte [da Rússia] ou em minas.

“Essas duas putas deveriam se submeter ao trabalho pesado, para que se lembrem dos crimes que cometeram todos os dias – e se arrependam.”

Os pedidos para aumentar as penalidades seguem a divulgação de um vídeo perturbador mostrando Veronika Nikolayeva, de cinco anos, lutando enquanto dois homens a sequestravam de um parque público.

De acordo com a mídia russa. A criança estava brincando perto do cinema e do complexo cultural onde sua mãe trabalha em Kostroma em 4 de janeiro. Uma câmera de beira de estrada capturou o vídeo de dois homens agarrando a criança em plena luz do dia.
Veronika Nikolayeva, menina russa de 5 anos sequestrada, abusa e morta por pedófilos. Crime chocou o país.

Os homens carregaram a garota por uma estrada coberta de neve enquanto ela lutava e revidava. Os homens passaram por vários transeuntes que não tomaram medidas para ajudar a jovem vítima e nenhuma chamada para a polícia foi feita.

Enquanto a criança continuava a gritar e lutar contra seus agressores, eles a levaram para longe das câmeras.

A mãe de Veronika não sabia que sua filha havia sido sequestrada, mas assim que ela denunciou o desaparecimento de sua filha, a polícia imediatamente iniciou uma investigação.

Uma busca em grande escala ocorreu com a participação de muitos policiais e voluntários.

A polícia acabou identificando os dois suspeitos que foram presos e confessaram o estupro e assassinato da criança. O Comitê de Investigação da Rússia relatou :

“(Os policiais) detiveram dois suspeitos que confessaram o assassinato da criança, o corpo da vítima foi encontrado em um quarto de um albergue residencial.”

O corpo da criança foi encontrado em uma mochila enquanto os suspeitos, chamados Denis Gerasimov, 44, e seu amante gay Vadim Belyakov, 24, planejavam se desfazer do corpo dela. Ela foi esfaqueada várias vezes, segundo as autoridades.

Volodin disse que o assassinato chocou o país e destacou a necessidade de sentenças mais duras. Ele também destacou que:

“Um dos homens detidos era um pedófilo anteriormente condenado. Vamos fazer tudo para que a lei de prisão perpétua para pedófilos seja adotada em janeiro.”

De acordo com a atual lei russa, os infratores reincidentes que visam crianças menores de 14 anos de idade atualmente enfrentam sentenças de 15 anos a prisão perpétua.

De acordo com a nova lei proposta, essa pena seria estendida às vítimas menores de 18 anos.

Além disso, penas de prisão perpétua podem ser ordenadas para pedófilos considerados culpados de estuprar ou agredir sexualmente duas ou mais crianças.

Volodin comentou:

“A prisão perpétua é uma medida justa para isolar os degenerados. Eles não podem ser chamados de humanos, embora estejam em forma humana.

“Esperamos que essa medida proteja crianças, famílias e a sociedade como um todo daqueles que causam danos irreparáveis”.

De acordo com a TASS, uma agência de notícias russa, disse que a Suprema Corte do país não tinha objeções ao projeto de lei.

Autoridades na Rússia revelaram que os ataques sexuais contra crianças e jovens aumentaram 79% nos últimos oito anos.

A câmara baixa do parlamento russo, a Duma do Estado, aprovou em primeira leitura a nova lei.

Via CM7

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More