quinta-feira, 14 de abril de 2022

Elon Musk oferece US$ 43 bilhões para comprar 100% o Twitter

O CEO da Tesla, Elon Musk , se ofereceu para comprar o Twitter em um acordo no valor de mais de US$ 43 bilhões e tornar a empresa de mídia social privada.

O bilionário e fundador da Tesla, que é o maior acionista do Twitter depois de divulgar que possui uma participação de 9,2% na empresa, propôs em um documento regulatório nesta quinta-feira (14) a compra de todo o Twitter.

A melhor e última oferta de Musk foi pagar US$ 54,20 por ação por 100% do Twitter e disse que, se sua oferta não fosse aceita, ele teria que reconsiderar sua posição como acionista, de acordo com um documento da SEC.

Musk divulgou recentemente uma participação de 9,2% no Twitter, mas rejeitou uma oferta para se juntar ao conselho de administração e criticou a plataforma de mídia social em tweets.

“Investi no Twitter porque acredito em seu potencial de ser a plataforma para a liberdade de expressão em todo o mundo, e acredito que a liberdade de expressão é um imperativo social para uma democracia em funcionamento”, escreveu Musk. “No entanto, desde que fiz meu investimento, agora percebo que a empresa não prosperará nem atenderá a esse imperativo social em sua forma atual.”

Musk disse que a tentativa de aquisição “não é uma ameaça, simplesmente não é um bom investimento sem as mudanças que precisam ser feitas”.

Musk, que também fundou a SpaceX e é classificado pela Bloomberg como a pessoa mais rica do mundo, revelou no início deste mês que comprou uma participação de US$ 2,9 bilhões no Twitter. A empresa disse na época que o empresário se juntaria ao conselho de administração, mas o CEO do Twitter, Parag Agrawal, disse no domingo que Musk havia mudado de ideia e não assumiria o cargo de membro do conselho.

(Gazeta Brasil)

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More