sábado, 14 de maio de 2022

FIM DO MISTÉRIO! PM'S DO RAIO DE CAMOCIM PRENDEM DUPLA APONTADA COMO AUTORA DO HOMICÍDIO BÁRBARO NA PRAIA DAS BARREIRAS

Policiais militares do Raio de Camocim efetuaram a prisão de dois indivíduos acusados como os autores do homicídio bárbaro que ceifou a vida de Wellington Filho.

Conforme apurou o Camocim Polícia 24h, desde a noite de quarta-feira, 11, ocasião em que aconteceu o sinistro, o Tenente Coronel Eduardo (Comandante da 2ª CIPM / 3º CRPM), o Capitão L Junior (Comandante da 4ªCIA/4°BPRAIO), determinaram empenho total para que os assassinos fossem localizados e presos. Desde então, policiais militares e policiais civis vinham realizando diligências e levantamentos acerca do ocorrido, inclusive com alguns indivíduos detidos, mas liberado por falta de provas.



Informações precisas

Já na manhã deste sábado, 14, os pms do Raio foram informados que dois indivíduos estariam diretamente ligados ao assassinato. Eles foram identificados como Danilo Sousa do Nascimento, 20 anos, natural de Camocim, e Yago Monteiro Costa, 22 anos, natural do Pará. Mediante as informações, os militares chegaram aos dois suspeitos, sendo que Danilo foi preso em sua residência localizada no bairro Nossa Senhora de Fátima. Já Yago foi preso nas proximidades da Praça do Cruzeiro. Ainda de acordo com a polícia os dois já teriam confessado o crime, sendo que um fica culpando o outro quanto a autoria do homicídio.


Moto da vítima

Após o crime ocorrido na quarta-feira, 11, os suspeitos teriam fugido na moto da vítima, uma Honda CG Titan 160 de cor branca. Nessa mesma noite eles esconderam o veículo em um terreno baldio no bairro Nossa Senhora de Fátima, por trás da igreja. No outro dia, para assegurar que a moto não seria encontrada, o veículo foi levado para uma parte do Lago Seco em um local com cerca de 3 metros de profundidade e lá foi jogada. O capacete da vítima e outros materiais usados no dia do crime foram enterrados em outro terreno baldio. A moto e os outros materiais só foram descobertos porque os dois indivíduos colaboraram e disseram o local onde teriam deixado.


Motivação

Para os militares os dois indivíduos teriam afirmado que teriam sido contratados para matar a vítima e que receberiam um valor de R$ 2.000,00. O nome do suposto mandante não foi revelado pelos suspeitos. A Polícia Civil investigará se realmente a motivação do crime tenha relação passional, ou seja, de traição.


Crime elucidado

Para a polícia não resta dúvida, os dois elementos teriam sido realmente os autores do crime bárbaro. A moto também foi recuperada e será entregue para os familiares da vítima. Existe somente a dúvida se a motivação seria passional. 

Os acusados foram autuados em flagrante na Delegacia Regional de Camocim.

(Camocim Polícia 24h)

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More