sábado, 11 de junho de 2022

Ex-presidente da Bolívia é condenada a 10 anos de prisão

Na sexta-feira (10), a ex-presidente interina da Bolívia, Jeanine Añez, foi condenada a 10 anos de prisão, por violação de deveres e resoluções contrárias à Constituição do país, conforme relata o El Pais.

Ela assumiu interinamente a Presidência da Bolívia em novembro de 2019, depois da renúncia do esquerdista ex-presidente Evo Morales. Áñez foi acusada de organizar um golpe de Estado para tirar Morales do poder.

O Tribunal de Primeira Instância de La Paz anunciou sua decisão sobre a “sentença de condenação” de 10 anos, a ser cumprida em uma penitenciária feminina em La Paz, três meses após o início do julgamento e 15 meses após a prisão preventiva da ex-presidente.

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More