ANUNCIE AQUI NO SOBRAL 24 HORAS E EM NOSSAS REDES SOCIAIS

sexta-feira, 7 de outubro de 2022

Filho presenteia mãe com boneca que ela queria na infância

O colombiano Gilberht Velasco Día é filho de uma senhora que teve uma infância muito pobre. Tanto que, como não podia ter uma boneca, ela recortava o desenho de uma boneca que vinha na embalagem de massa, da marca @pastaslamuneca, e brincava imaginando que estava com o brinquedo de verdade.

O tempo passou, a menina cresceu e formou família, mas nunca realizou o sonho de ter aquela boneca em seus braços para brincar.

Seu filho, sabendo da história, resolveu fazer uma surpresa para a mãe. A marca de massas ainda existe e faz sucesso no país, então, Gilberht entrou em contato com eles para conseguir o desenho da boneca da embalagem e mandar fazer uma de verdade.

Quando a senhora recebeu aquele lindo presente, logo vieram todas as memórias da infância que a fizeram chorar.

Um misto de sentimentos tomou conta dela, sobretudo, a gratidão pela oportunidade de ver a boneca de verdade em seus braços, e feita especialmente para ela.

O gesto desse filho realmente foi muito especial e importante para sua mãe. Ele demonstrou o quanto se importa com os sentimentos dela e quanto deseja vê-la sorrir.

Gilberht gravou um vídeo do momento em que entregou o presente para a mãe, e agradeceu às empresas que o ajudaram a realizar esse sonho para ela. As pessoas que assistiram parabenizaram o jovem pela atitude.

“Lágrimas vieram aos meus olhos quando vi o rosto dela!!”, escreveu uma seguidora.

“Minha mãe ainda me dizia a mesma coisa, eu era igual a você e quando ganhei um dos meus primeiros salários dei uma boneca pra ela”, comentou outra.

“Quem chora não é ela, é sua criança interior. Chorei mares com isso”, disse outra seguidora.

Pois é, aos 68 anos de idade, a mãe finalmente pôde ter uma boneca de verdade para chamar de sua. 

(Dicas Online)

1 comentários:

Fosse só ela, todo pobre tem uma história para contar. Eu quando pequeno presenciava minha mãe fazer bonecas de pano para minhas irmãs, o pai fazia carrinhos de lata para os filhos. Já que não tinha dinheiro para comprar, inventavam, criavam. Isso é a vida.

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More