ANUNCIE AQUI NO SOBRAL 24 HORAS E EM NOSSAS REDES SOCIAIS

segunda-feira, 24 de outubro de 2022

Oposição venezuelana denuncia aumento da censura contra a imprensa

A oposição da Venezuela denunciou nesta segunda-feira (24) um aumento da censura exercida pelo governo, devido ao fechamento de pelo menos 46 estações de rádio nos últimos quatro meses, fato que tem sido repudiado por grupos de jornalistas.

Uma aliança de partidos, chamada Plataforma Unitária, condenou em um comunicado "o fechamento em massa de emissoras de rádio nos últimos quatro meses devido às medidas tomadas pelo regime de Nicolás Maduro", que, assegurou, violam o direito à informação e entretenimento. A aliança também pediu apoio à comunidade internacional.

“A liberdade de expressão continua sendo violada todos os dias pelo Estado, e isso se soma às violações de direitos humanos que continuam impunes”, acrescentou.

De acordo com relatórios do Sindicato Nacional dos Trabalhadores da Imprensa (SNTP), a Comissão Nacional de Telecomunicações (Conatel) fechou na semana passada 15 emissoras em Sucre (nordeste) e em Táchira e Zulia, regiões fronteiriças com a Colômbia.

Antes desta contagem, o Colégio Nacional de Jornalistas da Venezuela (CNP) havia informado que o órgão regulador havia fechado 46 emissoras de rádio entre julho e as duas primeiras semanas de outubro.

Fontes do SNTP disseram à Agência EFE ontem que estão trabalhando para verificar esses relatórios a fim de evitar duplicação e oferecer um balanço consolidado e detalhado dos casos nos próximos dias.

(Gazeta do Povo)

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More