quinta-feira, 5 de janeiro de 2023

3° miliciano ligado a ministra do Turismo, Daniela Carneiro

A ministra de Lula tem laços com pelo menos três pessoas condenadas ou rés por liderar milícias.
Mais um acusado de comandar uma milícia fez campanha e pediu votos para a ministra do Turismo, Daniela Carneiro (União Brasil), a Daniela do Waguinho. Fábio Augusto de Oliveira Brasil, o Fabinho Varandão, réu na Justiça sob a acusação de liderar um grupo paramilitar que monopoliza o sinal clandestino de TV e internet e a venda de gás de cozinha em dez bairros de Belford Roxo, na Baixada Fluminense. A informação é do jornal Extra.

Segundo o veículo, ele participou de caminhadas, eventos em clubes e de um comício da então candidata a deputado federal na cidade, em setembro de 2022. Todas as atividades foram em locais que, segundo o Ministério Público do Rio (MP-RJ), são dominados por seu grupo.

Mais cedo, o jornal Folha de S. Paulo revelou o laço da ministra com o terceiro tenente bombeiro Márcio Pagniez, o Marcinho Bombeiro, preso em 2019 sob acusação de homicídio e de liderar uma milícia.

Na terça-feira (3), a imprensa noticiou que um homem condenado por homicídio que fez campanha em 2018 ao lado de Daniela Carneiro, foi apontado pelo relatório final da CPI das Milícias, em 2008, como o responsável por liderar uma milícia que atua em cinco bairros de Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense.

(Gazeta Brasil)

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More