SIGA-NOS NO INSTAGRAM

segunda-feira, 4 de dezembro de 2023

Naiara Azevedo: “Sabe quanto eu pegava por mês? R$ 1 mil”

Neste domingo (3), a cantora Naiara Azevedo, de 34 anos, deu detalhes sobre as acusações que realizou contra o seu ex-marido e empresário, Rafael Alves Cabral. Em entrevista ao Fantástico, da TV Globo, a sertaneja contou que entre 2016 e 2017, os dois primeiros anos de sua carreira, ela chegou a faturar R$ 7 milhões por mês, mas só recebia R$ 1 mil.

– Os dois primeiros anos da minha carreira, 2016, 2017, foram os meus maiores faturamentos de quatro, cinco, sete milhões. Sabe quanto eu pegava por mês? Mil reais. E quando eu falava assim: “Eu preciso de um cartão, preciso de um dinheiro”, sabe o que era falado para mim? “Pra que você quer dinheiro? Você tem tudo” (…). Eu não tenho acesso a nada, nunca tive acesso a nada – revelou.

Em seu relato sobre a dificuldade que tinha para acessar o dinheiro que ganhava, a sertaneja disse que “já tinha sofrido violência física, moral, psicológica”. No entanto, quando entendeu que estava sendo vítima de “violência patrimonial” percebeu que estava sendo “impedida de trabalhar”.

Cabral nega todas as acusações.

– Não entendi a denúncia, não entendi a narrativa. Eu fui pego totalmente de surpresa por tudo isso – disse o ex-marido da cantora.

E continuou:

– Estou decepcionado com todo o ocorrido, não tinha necessidade disso. Eu sempre me coloquei à disposição – completou.

De acordo com a Lei Maria da Penha 11.340/2006, a violência patrimonial é “entendida como qualquer conduta que configure retenção, subtração, destruição parcial ou total de seus objetos, instrumentos de trabalho, documentos pessoais, bens, valores e direitos ou recursos econômicos, incluindo os destinados a satisfazerem suas necessidades”.

Conforme o Pleno.News noticiou, na última quinta-feira (30), quando realizou a denúncia contra o ex-marido, Naiara contou que foi impedida de transportar equipamentos de palco para serem utilizados em um show. O desentendimento ocorreu na última quarta (29) e a sertaneja contou durante a entrevista que não concordou em pagar por algo que afirma ser dela.

– Por que eu tenho que pagar o aluguel de algo que é meu? A carreta é minha, o ônibus é meu. O cenário também é meu – disse.

Em razão do ocorrido, o show que faria neste sábado (2), no Vale de São Domingos, em Mato Grosso, foi cancelado.

(Pleno News)

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More