ATENÇÃO! NÃO PERCA SEU VEÍCULO PARA A BANDIDAGEM!

ADQUIRA JÁ O RASTREADOR E BLOQUEADOR EM TEMPO REAL: FALE COM O KELTON OU LIGUE (88) 99975.7272/99299.9212. CLIQUE AQUI E SAIBA MAIS

sábado, 16 de fevereiro de 2019

OAB-SP diz que projeto de Moro cria estado policialesco

“Eu vejo com muita preocupação”, diz o novo presidente da OAB-SP sobre o projeto que será encaminhado ao Congresso pelo ministro da Justiça.

O novo presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-SP), Caio Augusto Silva dos Santos, disse que, se não for discutido profundamente, o projeto anticrime do ministro da Justiça, Sérgio Moro, pode criar um estado policialesco.

Caio Augusto diz que a pressa de Moro em enviar o anteprojeto para o Congresso pode sepultar o que chama de “conquistas civilizatórias”.

Em entrevista à Folha, o presidente da OAB-SP afirmou:

“A OAB tem uma tradição histórica de defender conquistar civilizatórias. Quando se é movido pela emoção e comoção, aplaude-se até linchamento em praça pública.”

O novo presidente da seção paulista defende o aprofundamento da discussão para evitar o fim de garantias básicas.

Para ele, a ausência de discussão pode provocar equívocos: “Porque o governo é passageiro e o cidadão é perene”.

O ministro da Justiça, Sérgio Moro, pretende encaminhar o projeto anticrime ao Congresso nos próximos dias.

7 comentários:

A OAB que vá procurar o que fazer.... O projeto tá otimo, pra cima da vagabundagem Sérgio moro, a sociedade de bem AGRADECE.

Eu como estudante de Direito, sei que a reforma penal (Lei AntiCrime), proposto pelo o Ministro Sérgio Moro, pode afetar o ramo do Direito penal. Hoje em dia advogados ganham muito dinheiro, mais muito dinheiro mesmo pra defender BANDIDOS. Um simples pedido de habeas corpus custa 5 mil. E esses advogados tentam criar uma narrativa que criticar o serviço militar, serviço esse que está sucateado pelo o poder público. Eles preferem que o policial perca a sua vida, do que um bandido, taxados como "Vitimas da Sociedade". Por isso que apoio a proposta do Ministro Sérgio Moro da lei AntiCrime, onde dara autonomia do policial trabalhar, deixarar as leis firmes e mais justas.

A sociedade de valores investidos!
A OAB defendendo bandido e criminalizando cidadãos!

Parabéns ao estudante das 23:26 do comentário acima. Desde quando o PT assumiu o poder em 2003, que foi conduzido pelo Zé Dirceu (o Lula não era o presidente) o Estado passou a tomar medidas para o crescimento da criminalidade. Passou-se a criar leis para limitar o comportamento das pessoas naquilo que a Constituição dar a entender como liberdade individual. Quase tudo hoje é crime! Se alguém der um peido, até sem querer, (desculpem a palavra!) perto de um gay ou de uma feminista, vai à delegacia, sim. E se tem dinheiro, aí entra o advogado. Isso é que é estado policialesco. Conter a liberdade de viver das pessoas comuns, e alguém faturar com isso. Manter a ordem pública diminui a criminalidade, não interessa a quem vive da desordem.

A OAB SE preocupa simplesmente porque vai dificultar um pouco os trabalhos de advogados,para nois cidadãos comuns o crime não compensa,para os advogados compensa sim pois advogados vivem de crimes,sem crimes advogados não se sustentam,me provem o contrário.

Antes um estado policialesco e em ordem , do que bandidalesco e sem ordem

OAB comunista e esquerdopata. Defensora e incentivadora de crimes.

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More