ATENÇÃO! NÃO PERCA SEU VEÍCULO PARA A BANDIDAGEM!

ADQUIRA JÁ O RASTREADOR E BLOQUEADOR EM TEMPO REAL: FALE COM O KELTON: (88) 99975.7272/99299.9212. CLIQUE AQUI E SAIBA MAIS

sexta-feira, 21 de fevereiro de 2020

Solidariedade expulsa vereador Sargento Ailton

Decisão do partido tem "caráter irrevogável". Sargento Ailton é policial militar e vereador em Sobral, cidade onde o senador licenciado Cid Gomes foi baleado.

O Solidariedade expulsou do partido o vereador Sargento Ailton, de Sobral (CE). A decisão da direção nacional e do diretório regional da sigla foi comunicada nesta sexta-feira (21) e, segundo a legenda, tem caráter irrevogável.

Em nota (leia a íntegra mais abaixo), o partido afirma o parlamentar, que é policial militar, "foi flagrado como um dos líderes do motim de policiais que causaram o confronto e baleou o senador Cid Gomes".

O senador licenciado do PDT do Ceará foi baleado na última quarta-feira (19) em Sobral. Cid foi alvo dos disparos em um motim de policiais que reivindicavam aumento salarial. Quando foi atingido, ele tentava com uma retroescavadeira furar um bloqueio feito no 3º Batalhão da Polícia Militar do município.

Segundo o Solidariedade, a expulsão do vereador foi decidida em conjunto com o deputado federal e presidente nacional do Solidariedade, Paulinho da Força (SP), e o presidente estadual do partido, deputado federal Genecias Noronha, e mostra que a sigla não compactua com ações que violentem e agridem a democracia.

"Nós não trabalhamos com militância do terror que causam a depredação do patrimônio de pessoas e não podemos aceitar que policiais e agentes públicos, encapuzados e armados como milicianos, levem o terrorismo às ruas", diz trecho da nota.

Na nota o partido ressalta que não aceita esse desvio de conduta e que aplicou a sanção devida, tendo como base a gravidade da infração.

O G1 tenta contato com o vereador e aguarda uma manifestação sobre sua expulsão.


Leia a íntegra da nota do Solidariedade

Solidariedade expulsa vereador Sargento que coordenou motim no Ceará

A direção nacional do Solidariedade, junto do diretório estadual do partido no Ceará, vêm a público anunciar a expulsão do vereador Sargento Ailton do partido. O parlamentar foi flagrado como um dos líderes do motim de policiais que causaram o confronto e baleou o senador Cid Gomes.

Essa decisão, tomada em conjunto com o deputado federal e presidente nacional do Solidariedade, Paulinho da Força, e o presidente estadual do partido, deputado federal Genecias Noronha, vem mostrar que não compactuamos com ações que violentem e agridem a democracia.

O Solidariedade mantem sólidas bases democráticas e não permite que seus filiados tomem frente de ações que podem prejudicar a população. É inadmissível que um membro de nosso partido participe de ações que obriguem comerciantes fecharem suas portas e que acabe em um senador da República baleado.

Reiteramos que nosso compromisso sempre foi com a paz e o progresso do Brasil. O Solidariedade não aceita esse desvio de conduta e aplicou a sanção devida, tendo como base a gravidade da infração.

Nós não trabalhamos com militância do terror que causam a depredação do patrimônio de pessoas e não podemos aceitar que policiais e agentes públicos, encapuzados e armados como milicianos, levem o terrorismo às ruas.

Hoje vemos em diversos estados essas milícias que agem como bandidos e criam suas próprias leis. A população fica perdida sem saber quem são os marginais nesta crescente onda de violência promovida por agentes públicos fora da lei.

A decisão é de caráter irrevogável. Continuaremos trabalhando para que a paz volte a reinar no Ceará e reiteramos que não admitimos que um de nossos militantes participe desse tipo de balbúrdia que atinge diretamente a população.


Paulinho da Força
Presidente Nacional do Solidariedade e deputado federal

Genecias Noronha
Presidente do Solidariedade/CE e deputado federal

15 comentários:

Deveriam perguntar para o vereador para quem ele está trabalhando no momento. Se para o povo, exercendo o papel de vereador, buscando melhorar a cidade, ou se amotinando com os policiais.

ninguem ver esse veriador pedindo melhorias para população dos bairros de Sobral,tem veriador que pode não fazer nada mais tá lá fazendo seu papel de politico ,pede e faz requerimento, merece mesmo tá é fora ,como politico pouco contribui com a população.

plausível essa atitude da direção do partido. Toda minha admiração ao Vereador Sgr Ailton é transformada em decepção, um legislador que compactua de atos ilegais junto de miliciano, torna-se igual a eles. Agora esperamos que a Câmara de Vereadores tbem se posicione em relação e que a população rejeite nas urnas politico com tal conduta.

Que ganha muito dinheiro estude para ser doutor ! Porque polícia só é um bom salario kkkkk!!!

Grande bosta a expulsao de um partido. Qualquer um pode se filiar a outro partido pra eleiçao. Os policiais e seus familiares vão sempre eleger ele.

Engraçado esse Brasil. O vereador defendendo trabalhadores lutando por melhores salários e expulso do partido . Enquanto paulinho da forca investigado por desvia milhões do bndes, e genecias noronha cassado recentemente por abuso de poder econômico por usar a máquina da prefeitura de parambu. Realmente paia de merda esse que vivemos.

Isso é para ele aprender a por se no lugar dele e não ta apoiando baderna

Qual o vereador de Sobral que vota na câmara a favor dos projetos de.interesse do povo. Pelo.menos o sgt. Esta defendendo o interesse de dua categoria.

Os políticos defendem os políticos. O Paulinho DS forca cansounde fazer greve com o lula e agora e.contra os trabalhadores mudou ate de partido. Antes era do.lado do pt. Agora ta no congresso como deputado e mudou tudo.

Se o sargento se filiou ao partido Solidariedade deveria saber que esse partido é vitimista... e óbvio que iria puxar o saco da família Ferreira Gomes. Quem assumiu o risco de matar policiais e esposas foi o senador Cid Gomes ao comandar a direção de uma retroescavadeira ameaçando invadir o quartel, arrebentando até o portão, mas o Solidariedade só solidariza com a própria turminha.

É triste mesmo ver comentários de sobralenses que defendem o senador que ameaçou a vida de muitos policiais e esposa...

É triste mesmo ver comentários de sobralenses que defendem o senador que ameaçou a vida de muitos policiais e esposas...

Perdeu alguns eleitores que votaram nele na campanha passada, é eu fui um deles.

Esse blog e imparcial. So publica o q ele quer ou aquilo que deixam ele publicar

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More