quinta-feira, 23 de julho de 2020

PF investiga desvios na compra de 500 respiradores no Recife

As duas primeiras fases da operação confirmaram as irregularidades nas dispensas de licitação na prefeitura de Recife.
Irregularidades em contratos firmados pela Prefeitura de Recife, capital de Pernambuco, são alvo da terceira fase da operação “Apneia”, da Polícia Federal (PF).

Nesta quinta-feira (23), cinco mandados de busca e apreensão estão sendo cumpridos: quatro em Recife (PE) e um em Sumaré (SP), além de uma medida cautelar de afastamento das atividades econômicas de um investigado.

A ação tem o apoio Ministério Público Federal (MPF) e da Controladoria-Geral da União (CGU). 

As irregularidades aconteciam por meio de dispensas de licitação para aquisição de 500 respiradores pulmonares — com valor total de R$ 11,5 milhões — destinados ao enfrentamento da pandemia causada pelo novo coronavírus, destaca o portal UOL.

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More