SOBRAL RASTREADORES - (88) 99975.7272 / 99299.9212

sexta-feira, 25 de dezembro de 2020

Em 2020, Neymar joga só 29 vezes e custa R$ 8,4 milhões por partida ao PSG

Pandemia, suspensões, problemas musculares e lesões no tornozelo e na costela. Pelos mais diferentes motivos, 2020 foi o ano em que Neymar menos foi a campo em toda a sua carreira como jogador profissional de futebol.

Somando os compromissos por Paris Saint-Germain e seleção brasileira, o atacante disputou ao longo dos últimos 12 meses apenas 29 partidas oficiais. Na média, isso significa praticamente um jogo a cada duas semanas.

Nem em 2009, quando Neymar ainda era um garoto recém-promovido aos profissionais e que não era relacionado para todos os compromissos do Santos, esse número esteve tão baixo. Naquele ano, mesmo várias vezes ficando na reserva, ele foi a campo 48 vezes.

Mas a culpa de ter aparecido tão pouco nos gramados durante o ano que está para terminar não foi exclusivamente do camisa 10, mas do próprio calendário.

Ao contrário dos outros principais campeonatos nacionais da Europa, que foram retomados a partir da metade do ano, o Francês decidiu encerrar a temporada 2019/20 ainda em março, quando a pandemia da Covid-19 realmente “explodiu”. Com isso, 11 rodadas da competição simplesmente não foram disputadas.

Também por causa do coronavírus, a Liga dos Campeões aboliu os confrontos de volta dos mata-matas das quartas e das semifinais, anulando outras duas partidas que Neymar poderia ter disputado.

Como recebe um salário anual de 36 milhões de euros (R$ 226,5 milhões) no PSG e participou de apenas 27 partidas pelo clube (foram dois compromissos pela seleção) ao longo de 2020, isso significa que o camisa 10 recebeu da equipe parisiense algo em todo de R$ 8,4 milhões por jogo.

Mas não dá para dizer que esse dinheiro foi mal investido. Mesmo com tantos problemas, Neymar conquistou três títulos em 2020 (Francês, Copa da França e Copa da Liga) e, mais importante, levou seu clube pela primeira vez a uma final de Champions.

Além disso, teve média 0,76 gol por partida e de mais de uma assistência a cada duas vezes que foi a campo (0,52 por jogo).

Fonte: DCM

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More