SOBRAL RASTREADORES - (88) 99975.7272 / 99299.9212

sábado, 8 de maio de 2021

Bolsonaro lidera corrida presidencial em todos os cenários para 2022, aponta nova pesquisa

Bolsonaro impõe seu favoritismo e consolida liderança em todos os cenários para 2022, segundo o levantamento divulgado pelo Instituto Paraná Pesquisas na manhã desta sexta-feira, 7.

Bolsonaro lidera os quatro cenários de primeiro turno, com percentuais que variam de 32,7% a 34,5%. Em seguida, o ex-presidiário Lula aparece com índices que vão de 29,3% a 30,2%. Entre os outros nomes apresentados, estão o do Ciro Gomes (PDT), do apresentador global Luciano Huck, do ex-ministro Sergio Moro, do governador de São Paulo, João Doria (PSDB), de João Amoêdo (Novo), do ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta, do senador Tasso Jereissati (CE-PSDB), do presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM) e do governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB). Além de Lula e Bolsonaro, nenhum outro possível candidato obteve mais que 8% das intenções de voto.

Na primeira projeção para o segundo turno, Bolsonaro e Lula se enfrentam. O atual presidente tem 42,5%, enquanto o ex-presidiário aparece com 39,8%. A diferença entre os dois opositores tem diminuído desde julho de 2020, quando Bolsonaro registrava 45,6% e Lula, 36,4%.

O Instituto Paraná Pesquisas ouviu 2010 eleitores com 16 anos ou mais. As consultas foram feitas por telefone, entre os dias 30 de abril a 04 de maio de 2021, em 26 Estados e Distrito Federal e em 198 municípios brasileiros. O grau de confiança é de 95%, com margem de erro estimada em e 2% para os resultados gerais.

(Folha da República)

3 comentários:

Lembrando que esse Instituto Paraná Pesquisas é o mesmo que indicava vitória de Aécio Neves sobre Dilma em 2014...Pra encerrar, não tenho políticos de estimação, Lula Ladrão e Bolsonaro genocida

A matéria está tendenciosa pois se formos analisar imparcialmente a história, tanto Lula como Bolsonaro são ex presidiários, a diferença é que Bolsonaro foi preso por 15 dias em 1983, e Lula ficou 580 dias presos, de 7 de Abril de 2018 a 8 novembro de 2019

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More