sexta-feira, 28 de janeiro de 2022

Joe Biden irá enviar tropas ao Leste Europeu “no curto prazo”

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, declarou nesta sexta-feira (28) que “no curto prazo” deslocará tropas americanas ao Leste Europeu devido à crise na Ucrânia, mas antecipou que não serão “muitas”.

Os comentários do presidente vieram dias depois de o Pentágono ter anunciado que colocou 8.500 militares, atualmente em solo americano, em “alerta máximo” para um possível destacamento para países aliados no Leste Europeu.

– No curto prazo, deslocarei as tropas dos EUA para o Leste Europeu e países da Otan. Não serão muitas – disse Biden aos repórteres, quando aterrissou fora de Washington, após visitar Pittsburgh, na Pensilvânia.

Biden não deu mais detalhes, e os seus comentários vieram horas após o chefe do Estado-Maior Conjunto, general Mark Milley, ter insistido para que “a Rússia se retire e procure uma resolução através da diplomacia”.

As tensões aumentaram entre Rússia, EUA e os seus aliados por causa da mobilização de 100 mil militares russos na fronteira ucraniana, gerando receios de um possível ataque russo ao território ucraniano, o que Washington acredita ser “iminente”.

O Pentágono reiterou que não enviará tropas para o solo ucraniano e insistiu que, se ocorrer, a maioria dos soldados que estão em “alerta máximo” o farão no seio da Otan. A entidade também não excluiu a utilização dos militares que já mobilizados em bases na Europa.

*EFE

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More