ANUNCIE AQUI NO SOBRAL 24 HORAS E EM NOSSAS REDES SOCIAIS

sexta-feira, 1 de julho de 2022

Blogueira é suspeita de mandar ‘dar susto’ no ex-namorado; homem foi assassinado

Mensagens motivacionais, exaltando a força das mulheres e reforçando a necessidade do amor próprio. A cada post em uma rede social, a blogueira Isabela Gomes Pereira, conhecida como “Isa Gomes”, de 29 anos, aproveitava para deixar um conselho ou uma dica para seus mais de 11 mil seguidores.

Na última terça-feira (28), Isa foi presa suspeita de participação no assassinato do ex-namorado, Leandro Rezende Morais, de 36, em Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte.

Dois homens que também foram presos contaram à Polícia Militar que ela pediu que eles dessem “um susto” na vítima. A dupla e a blogueira tiveram as prisões ratificadas por roubo seguido de morte e foram encaminhados ao sistema prisional.

Leandro foi morto na última terça-feira dentro de casa. Ele foi encontrado com as mãos e pernas amarradas, um fio enrolado no pescoço e uma blusa cobrindo o rosto.

Isabela contou à polícia que tinha descoberto o envolvimento do ex com uma amiga dela. Ela afirmou ter ficado transtornada. A mulher ficou chorando em uma praça no bairro Mangueiras, na Região do Barreiro, em BH, quando um desconhecido se aproximou e perguntou o que estava acontecendo.

Ela contou da traição e falou que era constantemente agredida pelo companheiro e, segundo ela, o homem se ofereceu “para dar um susto” em Leandro.

Eles combinaram de se encontrar na praça mais tarde, mas, quando a mulher voltou ao local, outros três homens estavam aguardando-a para ir até a casa de Leandro. Conforme a mulher, eles pularam o muro da residência e ficaram cerca de 20 minutos lá dentro, enquanto ela aguardou do lado de fora.

Dois dos suspeitos foram presos e deram uma versão diferente para os fatos . Eles disseram que estavam na praça quando a mulher se aproximou e pediu que dessem um susto no namorado e roubassem a casa dele. Ambos afirmaram que ela entrou na casa de Leandro e chutou o rosto dele. O terceiro homem suspeito de envolvimento no crime não foi localizado.

Desde 2021 há registro de boletins de ocorrência envolvendo o ex-casal. Em setembro, Isabela procurou uma companhia da PM afirmando que havia sido agredida por Leandro com um tapa no rosto e puxões de cabelo.

O homem negou as agressões e disse à polícia que a mulher foi até a padaria em que ele trabalhava e o ofendeu dizendo: “você é um vagabundo, traficante, ladrão de carga”. Logo depois, ela entrou no carro dele insistindo para conversar.

Em abril deste ano, Isabela procurou a polícia para informar que, ao passar na frente de um restaurante em BH, viu o carro do ex-namorado estacionado.

Ela entrou no estabelecimento e o viu com outra mulher, momento em que quebrou um copo na mesa dele e ainda arranhou o carro de Leandro. Ela disse à polícia que os dois se agrediram, o que causou escoriações no braço e mão dela.

Dias depois foi a vez do homem registrar um boletim de ocorrência em que contou o que tinha acontecido no restaurante e que, na confusão do lado de fora, Isabela pegou a carteira dele, saiu correndo e, desde então, se recusava a devolver.

A Polícia Civil disse que foi instaurado um inquérito em setembro de 2021, que apurava episódios de violência doméstica que teriam sido cometidos por Leandro Rezende Morais.

A polícia informou que os três presos seguem sendo investigados.

Fonte: Portal Grande Ponto

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More