terça-feira, 19 de julho de 2022

Médico é preso por suspeita de manter paciente em cárcere privado após complicações em cirurgia

Policiais da Delegacia de Atendimento à Mulher de Duque de Caxias (Deam-Caxias) prenderam, no início da tarde desta segunda-feira (18), um médico suspeito de manter uma paciente em cárcere privado em um hospital particular na Baixada Fluminense.

Além de prender o cirurgião plástico Bolívar Guerrero Silva, os agentes foram à unidade de saúde para resgatar a mulher. A família dela afirmou à polícia que a paciente está sendo mantida em cárcere privado há quase dois meses, desde que um procedimento estético na barriga deu errado.

O g1 e a TV Globo tentam entrar em contato com a defesa do médico. Ao ser levado pela polícia, o médico não quis comentar quando foi questionado pela equipe de reportagem. Em nota, o hospital diz que as acusações são “infundadas” e que Bolívar não é sócio da unidade.

A equipe que trabalha com o cirurgião plástico fez uma postagem em uma de suas redes sociais e negou que o médico estivesse mantendo a paciente em cárcere privado. Segundo a publicação, Bolívar topou liberar a paciente, desde que ela assinasse um documento se responsabilizando por qualquer problema após a liberação.

G1

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More