SIGA-NOS NO INSTAGRAM

Mostrando postagens com marcador Bizarro. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Bizarro. Mostrar todas as postagens

segunda-feira, 5 de fevereiro de 2024

Mulher pede divórcio após marido mudar destino da lua de mel

Um casal de Bhopal, Índia, está enfrentando uma crise matrimonial após a esposa solicitar o divórcio, alegando que o marido alterou de última hora o destino da lua de mel. Inicialmente planejada para ser em Goa, o marido optou por mudar a reserva para Ayodhya, uma localidade no interior. Apesar de não expressar desagrado durante a viagem, a noiva, cuja identidade não foi revelada, decidiu dar entrada no pedido de separação ao retornar.

Na petição, ela argumenta que o marido possui uma boa renda e que não seria um peso financeiro aproveitar um momento tão importante do casal em um local mais caro e agradável, adequado para um evento tão íntimo.

Por outro lado, o marido defende sua decisão, alegando que a mudança nos planos tinha o propósito de permitir que o casal visitasse um recentemente construído e renomado templo hindu em Ayodhya. Esse templo ganhou destaque na mídia após a participação do primeiro-ministro indiano, Narendra Modi, na cerimônia de inauguração.

O juiz encarregado do caso encaminhou o casal em crise para a seção de aconselhamento matrimonial como última tentativa de evitar a dissolução do casamento. Além da questão da lua de mel, a esposa também reclama de falta de atenção por parte do marido, alegando que ele prioriza a família em detrimento dela, tornando a situação ainda mais complexa, conforme relato do “India.com”.

Via Terra Brasil Notícias

quinta-feira, 25 de janeiro de 2024

Bizarro: homem é preso acusado de ameaçar a esposa com cabeça da sogra falecida

Um homem de 31 anos foi preso suspeito de violar o túmulo da sogra, em Santa Rosa de Goiás, na região central do estado. Segundo a Polícia Civil (PC), o suspeito queria intimidar e humilhar a esposa.

A identidade do homem não foi divulgada.

Familiares denunciaram que a mulher sofria abusos psicológicos e agressões físicas. Depois de uma discussão, o homem teria dito que iria até o túmulo da sogra e levaria a cabeça dela.

Ainda segundo a investigação, na última terça-feira (23) o homem foi até o cemitério da cidade e escavou o túmulo da sogra, mas não chegou até o corpo.

Na delegacia, ele disse para a polícia que estava bêbado e que não queria agredir ninguém. A mulher do suspeito negou aos policiais que tenha sofrido qualquer tipo de violência e defendeu o marido.

Apesar do depoimento da mulher, o delegado Kahlil Souto explicou que a investigação para apurar a violência psicológica continua e algumas testemunhas serão ouvidas pela polícia.

Ainda segundo o delegado, o homem foi autuado pelo crime de violação de sepultura, que tem pena prevista de um a três anos. A polícia confirmou que o suspeito já tem passagem pela Lei Maria da Penha.

G1

sexta-feira, 19 de janeiro de 2024

Bezerro nasce com duas cabeças e espanta fazendeiros

Um evento extraordinário fazendeiros na cidade de Jefferson, no estado da Geórgia – EUA, quando um bezerro nasceu com duas cabeças, deixando moradores e internautas perplexos. O caso raro, identificado como polioencefalomalácia em animais, e, em humanos, como policefalia, ganhou destaque nas redes sociais nesta quinta-feira (18/1) após um vídeo do animal compartilhado na internet atingir mais de 51 milhões de visualizações e 5,6 milhões de curtidas em apenas três dias.

A polioencefalomalácia é frequentemente associada a má-formação genética e está ligada a distúrbios no ecossistema ruminal e intestinal, muitas vezes relacionados a práticas de criação intensiva e alimentação com grandes quantidades de carboidratos, além da deficiência de tiamina. Estudos revelam que a condição rara limita drasticamente a expectativa de vida dos animais, com apenas 38% dos casos conseguindo sobreviver por mais de uma semana, de acordo com informações do site Itatiaia. O fenômeno não é inédito na região, tendo ocorrido um caso semelhante em Cotegipe, no oeste da Bahia, no ano de 2023. Infelizmente, o animal não resistiu e faleceu dois dias após o nascimento. Após a repercussão do vídeo do bezerro de duas cabeças em Jefferson, o responsável pela publicação agradeceu emocionado o apoio recebido e forneceu uma atualização sobre o estado de saúde dos animais. ‘Gente, não consigo parar de chorar, muito obrigada por esse amor. Essas meninas lindas ainda estão vivas, meu irmão está tentando alimentá-las dessa forma (elas não conseguem comer sozinhas) vamos ver o que acontece, obrigado novamente pessoal’, compartilhou o usuário, expressando sua gratidão pela solidariedade e preocupação demonstradas pela comunidade virtual.

Via Portal CM7

quinta-feira, 21 de dezembro de 2023

Homem tatua nome de Lula na testa; vídeo

Um vídeo viralizou nas redes sociais nesta semana, mostrando um homem que decidiu expressar sua devoção política de maneira peculiar: tatuando o nome do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), eleito em 2022, na sua testa. A tatuagem, realizada no final do ano passado, ganhou destaque após ser compartilhada pelo tatuador Leo Caberna, que registrou o feito em seu estúdio localizado no bairro Rio das Pedras, Zona Oeste do Rio de Janeiro. As informações são do portal Folha do Estado.

No vídeo, é possível observar o momento em que o rapaz escolhe a escrita "Lula" para ser tatuada na testa, complementando a homenagem com uma estrela vermelha ao lado do nome do presidente. A atitude inusitada do indivíduo gerou reações diversas nas redes sociais, dividindo opiniões entre apoio e críticas.

A tatuagem, embora tenha sido realizada no ano anterior, voltou a chamar a atenção online, destacando-se pela peculiaridade da escolha do local do corpo para expressar o apoio político.

Veja:

quinta-feira, 19 de outubro de 2023

Vírus "zumbi": conheça 6 vírus que estão acordando após 50 mil anos devido ao aquecimento global

Uma equipe de cientistas franceses está há anos estudando os chamados ‘vírus zumbis’, patógenos adormecidos há mais de 50 mil anos que podem voltar à vida e infectar humanos devido ao aquecimento do planeta e, consequentemente, ao derretimento das calotas polares que estão congelados.

Você foi arranhado ou mordido por um gato? Veterinário fala dos riscos à sua saúde

Checar o cartão de crédito do parceiro e medo do abandono: Neuropsicóloga diz os sinais do amor patológico e ciúme excessivo
Os cientistas são liderados pelo virologista Jean-Michel Claverie, 73 anos, passou mais de uma década estudando vírus “gigantes”, incluindo aqueles com quase 50 mil anos encontrados nas profundezas das camadas do permafrost da Sibéria.

Ano passado, o cientista e sua equipe, fizeram uma investigação extraindo vários vírus antigos do permafrost e todos eles eram prejudiciais à saúde e infecciosos — foram ao todo 13 novos vírus, incluindo um congelado debaixo de um lago há mais de 48.500 anos.

Confira alguns dos principais vírus que os profissionais encontraram congelados:


Pandoravirus

A maioria dos vírus isolados das antigas camadas do permafrost são pertencentes à família Pandoraviridae. Segundo os cientistas, eles são os vírus gigantes encontrados mais enigmáticos, com os maiores genomas virais conhecidos e possuem a maior proporção de genes codificadores de proteínas de origens desconhecidas.

Entre os vírus encontrados desta família está o pandoravirus yedoma — o mais antigo a ser revivido a partir do permafrost até hoje. Com 48.500 anos, o Pandoravirus yedoma estava nos depósitos gelados no fundo de um lago de Yekuchi Alas, no extremo leste da Rússia. O formato da partícula do P. yedoma é oval, medindo cerca de 1 micrômetro de comprimento.

Da mesma família também foi encontrado o Pandoravirus mammoth — vírus gigante que só infecta amebas, também tendo formato de ânfora, mas se diferenciando dos outros patógenos pelo seu tamanho — 1,2 micrômetros de comprimento. Ele foi descoberto a partir de uma amostra congelada de lã de mamute do rio Yana.


Megavirus mammoth

Este foi o primeiro vírus da família Mimiviridae descoberto no permafrost. Eles foram os primeiros classificados pela ciência como vírus gigantes — ou seja, com partículas visíveis por microscopia óptica — depois que foram descobertos na água de uma torre de resfriamento em Bradford, na Inglaterra, em 1992.

Inicialmente considerada associada exclusivamente a hospedeiros amebais, a família Mimiviridae diversificou-se enormemente e agora inclui muitos membros divergentes que infectam uma variedade de microalgas.

Elas têm formas 0,5 micrômetro de diâmetro, encapsuladas em facetas triangulares idênticas de 20 lados.


Os efeitos da mudança climática pelo mundo


Pacmanvirus lupus

Esse vírus foi descoberto recentemente no permafrost e também infectam amebas. Eles são parentes distantes dos vírus africanos da febre suína, da família Asfarviridae. Ele é o terceiro membro da família a ser descoberto e a primeira linhagem a ser extraída do permafrost, vindo dos restos intestinais congelados de um lobo siberiano (Canis lupus) de 27.000 anos.

Ao contrário de outros vírus verdadeiramente gigantes e apesar de ser considerado umvírus gigante, o pacmanvirus tem apenas 0,2 micrômetros de comprimento, sendo invisível sob as lentes de um microscópio ótico.

Seu nome é uma clara homenagem ao protagonista do jogo Pac-Man e foi dado porque, quando quebrada, a cadeia de proteína que forma sua casca parece uma boca aberta.


Pithovirus

Existem dois tipos desse vírus encontrado no permafrost. O primeiro é o pithovirus mammoth, descoberto da mesma amostra pré-histórica de lã de mamute que encontraram o Megavirus mammoth e o Pandoravirus mammoth. Esta linhagem é a segunda de pithovírus encontrada na história, isolada a partir de uma amostra de 27.000.

O segundo é o Pithovirus sibericum, um dos maiores vírus já encontrados, com 1,5 micrômetros de comprimento — o mesmo que uma pequena bactéria. A amostra de permafrost da qual o P. sibericum foi retirado foi extraída em 2000 em Kolyma, no extremo leste da Rússia.

Embora os pithovirus produzam grandes partículas ovóides como as dos Pandoravírus, eles são facilmente distinguíveis graças a várias características morfológicas. Com uma partícula grande e alongada de 2 micrômetros de comprimento, eles também só infectam amebas.


Cedratvirus lena

Os cedratvírus são um subgrupo da família pithovírus. Eles também fazem parte dos vírus gigantes que infectam amebas. O Cedratvirus lena, especificamente, foi extraído do permafrost dos bancos enlameados do rio Lena, medindo cerca de 1,5 micrômetros. As outras linhagens encontradas na Rússia são a C. kamchatka, da península de mesmo nome, e C. duvanny, das lamas do rio Kolyma, que fluíram por conta do derretimento e mistura do permafrost de diversas idades geológicas.


Mollivirus sibericum

O Mollivirus sibericum foi encontrado em uma amostra de permafrost siberiano com 30.000 anos. Ele também faz parte dos vírus gigantes que podem ser visíveis em um microscópio ótico tendo de 0,6 a 1,5 micrômetros de diâmetro.

O M. sibericum não oferece perigo a qualquer animal, incluindo os humanos. Entretanto, como outro vírus foi encontrado junto a ele (ithovirus sibericum), os pesquisadores acreditam que outros patógenos dormentes podem estar escondidos no gelo.


Estudo

Claverie mostrou pela primeira vez que vírus “vivos” poderiam ser extraídos do permafrost siberiano e revividos com sucesso em 2014. Por razões de segurança, sua pesquisa se concentrou apenas em vírus capazes de infectar amebas, que estão suficientemente distantes da espécie humana para evitar qualquer risco de contaminação inadvertida.

Ele, entretanto, adverte que a escala da ameaça à saúde pública que as descobertas indicaram foram subestimadas.

— 50 mil anos atrás no tempo nos levam à época em que o Neandertal desapareceu da região. Se os neandertais morressem de uma doença viral desconhecida e este vírus ressurgisse, poderia ser um perigo para nós —explica o cientista.

Os cientistas garantem que, por enquanto, não há motivos para pânico. Segundo eles, o risco de exposição humana aos vírus antigos é muito baixo. O Ártico, onde está localizado o permafrost, é um local pouco povoado e eles não sabem se osvírus congelados continuariam infecciosos quando expostos às condições de hoje em dia ou se eles encontrariam um hospedeiro apropriado.

Mas vale lembrar que, até o ano de 2019, a Covid-19 era um vírus desconhecido e novo, e nenhum cientista ou humano estava preparado para a devastação e letalidade dele. Além disso, em julho deste ano, uma equipe reanimou com sucesso uma lombriga de 46 mil anos do permafrost siberiano, apenas reidratando-a.


Permafrost

O permafrost, solo que já foi repleto de vida animal, oferece as condições perfeitas para a preservação da matéria orgânica: é natural, escuro, desprovido de oxigênio e permite muito pouca atividade química. Na Sibéria, pode atingir até um quilómetro de profundidade — o único lugar no mundo onde o permafrost desce tão longe – e cobre cerca de dois terços do território russo.

Descobriu-se que apenas um grama abriga milhares de espécies de micróbios adormecidos, de acordo com um artigo publicado na revista Nature em 2021.

Alguns cientistas também temem a exploração da região aumentando a possibilidade de interação humana com um antigo agente patogênico que poderia ser prejudicial à saúde. Segundo Claverie, “caçar a próxima grande ameaça para a humanidade poderia inadvertidamente propagar o perigo”.

As grandes organizações também estão a acordar para este risco. No início deste mês, a Agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional abandonou o seu projeto de 125 milhões de dólares para caçar vírus no Sudeste Asiático, África e América Latina que poderiam potencialmente infectar seres humanos, devido a preocupações de que a própria investigação pudesse desencadear uma pandemia.

O GLOBO

terça-feira, 17 de outubro de 2023

Após ordem de juiz, oficial de justiça vai a cemitério tentar intimar morto em assalto: "chamado pelo nome duas ou três vezes"

Nos documentos do processo há um mandado para que a vítima de latrocínio fosse intimada. No documento feito pelo oficial de justiça ele diz que foi ao endereço recebeu a informação de que a pessoa a ser intimada 'reside no cemitério'.
Imagine a situação: um juiz dá a seguinte ordem em uma sentença de condenação de um crime de latrocínio (roubo seguido de morte): “Intime-se a vítima, caso houver”. O oficial de justiça, em cumprimento, vai até o local onde intimado 'mora' atualmente: o cemitério. Chama pelo nome e, sem resposta, confirma o que parecia óbvio: a vítima estava morta.

Parece piada, mas esse cenário aconteceu no Judiciário Tocantinense neste mês. O caso envolve o juiz Baldur Rocha Giovannini e o oficial de justiça Cácio Antônio.

O latrocínio em questão foi registrado no dia 29 de abril de 2022, por volta das 22h, em Dueré, no sul do Tocantins. Francisco de Assis Sousa, estava em casa quando dois homens invadiram o local com uma faca e o mataram para roubar um celular, um televisão, uma moto e R$ 900 em dinheiro.

Passado um ano e cinco meses do crime, um dos réus foi condenado e nesta sentença, da 1ª Vara Criminal de Gurupi, está a ordem para intimação da vítima. No documento, assinado pelo juiz Baldur Rocha Giovannini, há o seguinte texto:

“Intime-se pessoalmente a vítima, e caso este seja falecida, intime-se o CADE (cônjuge, ascendente, descendente ou irmão) para que, querendo, execute perante o Juízo Cível, o dispositivo da sentença que condenou o acusado ao pagamento da indenização mínima, no valor de 100 (cem) salários mínimos. Intime-se a vítima (caso houver) da referida sentença, por força do art. 201, §2º, do CPP.”


Chamado no cemitério

Logo após o resultado do julgamento que condenou o réu a 21 anos de prisão, no dia 26 de setembro, foi assinado eletronicamente um mandado para cumprimento da intimação em nome da vítima, conforme mostra o texto:

“ [...] Juiz de Direito Titular da 1ª Vara Criminal da Comarca de Gurupi/TO, no uso de suas atribuições legais, MANDA ao Oficial de Justiça ou a quem este for distribuído, que proceda à: INTIMAÇÃO da vítima FRANCISCO DE ASSIS SOUSA, brasileiro, solteiro, nascido aos 08/08/1954, natural de Grajaú-MA [...]. FINALIDADE: Intimar do inteiro teor da sentença [...]”

No dia 4 de outubro, a Central de Mandados de Gurupi emitiu a curiosa certidão atestando que o oficial de justiça Cácio Antônio foi ao endereço da vítima, em Dueré. Chegando lá, conforme o documento, o servidor afirma que recebeu a informação de que a vítima 'reside no cemitério local'.

O oficial de justiça relatou então que foi ao cemitério, chamou duas ou três vezes pelo nome e até pelo apelido da vítima. Ao fim, confirmou o esperado: 'que o intimando encontra-se mesmo "morto"'. Por esse fato, deixou de proceder a intimação. (Veja no documento abaixo)

O que diz o Tribunal de Justiça

Em nota, o Tribunal de Justiça informou que de acordo com o juiz, 'não foi expedido nenhum mandado de intimação para pessoa morta' e que 'a atitude do oficial de justiça deverá ser apurada por órgão competente'. Porém há o pedido na decisão e um mandado expedido para o cumprimento da intimação da vítima. (Veja na imagem abaixo)
O g1 entrou em contato com o Sindicato dos Oficiais de Justiça do Tocantins, mas não obteve posicionamento até o fechamento desta reportagem.

O oficial Cácio Antônio também foi procurado pela reportagem para dar a versão do ocorrido. Respondeu apenas que "falará em momento oportuno".

No mesmo dia em que o Tribunal de Justiça enviou a nota à imprensa, um novo documento do juiz Baldur foi incluído no processo determinando que a Corregedoria e a Diretoria local do Fórum sejam oficiadas para investigar a conduta do oficial de justiça. Um dos pontos do documento cita que a certidão gerou desconforto e qual seria a conduta correta do oficial de justiça:

  • Considerando a certidão do Oficial de Justiça acostado ao evento 88;
  • Considerando que a sentença acostada ao evento 84 foi explícita em determinar a intimação da vítima, se houvesse, ou o CADE (cônjuge, ascendente, descendente ou irmão) para que, querendo, execute perante o Juízo Cível, o dispositivo da sentença que condenou o acusado ao pagamento da indenização mínima;
  • Considerando que não tem nenhuma decisão para o oficial de justiça intimar ninguém morto em cemitério e que isto não é de praxe no Judiciário;
  • Considerando a ampla divulgação da referida certidão, que trouxe claro desconforto para este juízo;
  • Considerando ainda que a conduta correta seria de, no máximo, ter ido ao cartório e ter pegado segunda via da certidão de óbito e no mínimo intimar o CADE (cônjuge, ascendente, descendente ou irmão, conforme determinado;
O oficial também foi questionado pela reportagem sobre o pedido de apuração da conduta na Corregedoria, mas não se posicionou.

(g1)

quarta-feira, 4 de outubro de 2023

Universitária é condenada a um ano de prisão em Dubai após "tocar braço" de agente de segurança em aeroporto

As férias de verão de Elizabeth Polanco De Los Santos em Istambul (Turquia) acabaram atrás das grades.
A universitária de Nova York (EUA), de 21 anos, foi condenada a um ano de prisão por "tocar um dos braços" de uma agente de segurança em aeroporto de Dubai (Emirados Árabes Unidos), onde fazia conexão na volta para casa, em 14 de julho, segundo a sua versão.

A americana já estava detida em Dubai havia três meses quando a decisão da Justiça foi proferida.

"Elizabeth pretendia transitar por Dubai apenas por seis horas, mas está lá há meses e perdeu US$ 50 mil (cerca de R$ 250 mil) em despesas e custos com advogados", disse Radha Stirling, fundadora da entidade Detention in Dubai, de acordo com o "NY Post". "Além de ser humilhada e traumatizada pelos funcionários do aeroporto, Elizabeth sofreu meses sendo forçada a permanecer em um país caro, pagar advogados caros e perder seus estudos universitários", completou ela, que estuda no Lehman College, no Bronx, Nova York.

Inicialmente, Elizabeth e a amiga que a acompanhava na viagem deveria regressar aos EUA via Paris (França). Mas as duas mudaram o voo para fazer a conexão em Dubai a fim de que pudessem ver a famosa cidade durante uma escala de dez horas.

"Pensamos que seria uma cidade mais moderna e futurista, mas estávamos completamente errados", desabafou a americana.

Ao passar pela segurança, a equipe do aeroporto de Dubai solicitou que Elizabeth removesse uma conta de compressão de cintura que ela usava após ter sido submetido a uma cirurgia.

Numa cabine, a americana teve o compressor removido por funcionárias do aeroporto. Porém, de acordo com a mãe de Elizabeth, as mulheres foram rudes na abordagem e machucaram as feridas, que ainda estavam cicatrizando. Elas também riram dela e, quando a americana pediu ajuda para vestir a peça complicada, elas se recusaram.

Foi quando Elizabeth, segundo o seu relato, foi pedir ajuda à amiga. Ao passar por uma agente de segurança que bloqueava o seu caminho, ela tocou um dos seus braços.

"Toquei gentilmente o seu braço para tirá-la do caminho e comecei a chorar desesperadamente pedindo ajuda à minha amiga", disse.

O gesto enfureceu a agente. Então, a americana ficou detida num quarto durante horas. A agente em quem ela tocara apresentou uma queixa contra a americana.

Ao regressar para pegar o seu voo a Nova York, Elizabeth foi informada da proibição de viajar e forçada a permanecer no país até que as acusações contra ela fossem ouvidas em tribunal. Ela foi condenada por agressão e insulto contra agente de segurança.

O caso está sendo acompanhado pelo Departamento de Estado dos EUA. O governo de Dubai não se manifestou.

Extra/Globo

segunda-feira, 25 de setembro de 2023

INCRÍVEL! Idosa de 76 anos ‘ressuscita’ em velório; VEJA VÍDEO

Caso ocorreu em junho na região de Babahoyo. Bella Montoya, de 76 anos, foi dada como morta após internação em hospital no oeste do país.

De acordo com veículos locais, familiares notaram que ela respirava durante o velório. Após comoção, os bombeiros foram acionados e idosa foi levada ao hospital.

Via Terra Brasil Notícias

quarta-feira, 13 de setembro de 2023

VÍDEO: CAIXÃO CAI DE CARRO DE FUNERÁRIA (PLASFRAN) NA AV. JOHN SANFORD, EM SOBRAL

Um fato inusitado aconteceu na noite de ontem, dia 12, na Avenida Senador John Sanford, no bairro Junco, em Sobral. Um carro da funerária PLASFRAN deixou cair em plena via pública um caixão (urna funerária). Felizmente, o fato inusitado não provocou nenhum acidente.

VÍDEO

quarta-feira, 12 de julho de 2023

BIZARRO: Homem tem reação e fica com a língua verde e peluda após fumar cigarro

Um homem de 64 anos ficou com a língua verde e peluda após fumar um cigarro. Ele começou a ter a reação depois que tomou antibióticos para infecção na gengiva, mas o corpo supostamente não aceitou a mistura das duas substâncias. O caso aconteceu em Ohio, nos Estados Unidos. As informações são do Mail Online.

Ao perceber que sua língua estava mudando de cor, o homem foi ao hospital depois de ver os sintomas. Ele relatou que já foi fumante, mas que fazia um tempo que não fumava.

De acordo com estudiosos, ainda não se sabe se os sintomas aconteceram por causa do fumo, dos antibióticos ou se foram as combinações das duas substâncias.

Os médicos diagnosticaram o homem com língua pilosa – condição temporária em que a língua fica com uma aparência escura e peluda.

quinta-feira, 6 de julho de 2023

Prefeito se casa com um jacaré fêmea vestido de noiva

O prefeito da cidade de San Pedro Huamelula, no México, casou-se com um jacaré fêmea vestido de noiva para cumprir um rito tradicional da comunidade. O costume existe há 230 anos e tem como objetivo pedir prosperidade e boas colheitas para a região.

Víctor Hugo Sosa celebrou o casamento com o jacaré fêmea que é chamado de Alicia Adriana, mais conhecido como Princesa. Antes da cerimônia, o animal participou de uma festa com moradores da cidade, em que eles dançam com o réptil nos braços. Na ocasião, Alicia estava vestido com uma saia verde com lantejoulas.

Em seguida, Princesa foi levada ao palácio municipal para unir-se ao prefeito, vestindo um traje branco de noiva com adornos prateados. Nas duas festas, o jacaré ficou com a boca amarrada para evitar acidentes.

– Aceito a responsabilidade porque nos amamos, isso é o que importa, não pode haver casamento se eles não se amam. Nós nos amamos e concordo em me casar com a Princesa – declarou Sosa no evento.

Segundo informações do portal The Telegraph, a tradição teve início como uma forma de celebrar a união entre duas etnias da região que eram rivais: os Huaves e os Chontales. Os dois grupos se uniram por meio do casamento do rei Chontal e da princesa Huave. Atualmente, essas duas figuras são representadas pelo prefeito e pelo jacaré fêmea no ritual da cidade.

– Por causa do casamento que estamos tendo hoje, estamos muito felizes porque estamos celebrando a união de duas culturas, as pessoas estão felizes – disse Sosa à AFP.

Após a celebração, Princesa é levada até um lago conforme as características de seu habitat natural e aguarda o casamento a ser realizado novamente, no ano seguinte.

segunda-feira, 19 de junho de 2023

HOMEM É FLAGRADO FAZENDO S3X0 COM ÁRVORE

Durante um passeio no parque Queen Elizabeth Gardens, em Wiltshire, famílias ficaram chocadas ao ver um homem fazendo sexo com uma árvore. Um grupo de amigos registrou a cena.

Segundo testemunhas, Themis Matsoukas, de 64 anos, abraçou a árvore, despiu-se e começou a ter “relações íntimas” com ela. Pouco depois do ato inusitado, a polícia britânica prendeu Matsoukas. O escândalo ocorreu no mesmo dia em que um professor da Penn State foi acusado de abusar de seu cachorro em uma trilha da floresta.

Nas redes sociais, internautas perguntaram se o “assediador” seria um “ecossexual”. O termo veio à tona depois de ator Sérgio Marone revelar-se adepto dessa preferência. “Quando ouvi esse termo pela primeira vez achei tão interessante”, disse Marone. “São pessoas que têm uma relação de amor com o planeta, e me reconheço total com isso.”

Em linhas gerais, um ecossexual é uma pessoa que sente profundo amor e atração pela natureza.

Revista Oeste

domingo, 18 de junho de 2023

Idosa morre 7 dias após "acordar" durante o próprio velório

Uma mulher de 76 anos identificada como Bella Montoya, que foi declarada morta e surpreendeu seus parentes ao acordar e bater em seu caixão durante seu velório, morreu após sete dias em terapia intensiva, informou sua família neste sábado (17).

Gilberto Barbera Montoya, filho da mulher, contou à agência de notícias Associated Press que os médicos do hospital estadual para onde ela foi levada às pressas após o incidente disseram que ela morreu na noite da última sexta-feira (16).

O Ministério da Saúde do Equador confirmou em comunicado que Bella Montoya morreu de um derrame isquêmico depois de passar uma semana em terapia intensiva. O órgão acrescentou que Bella permaneceu sob “vigilância permanente”, mas não forneceu mais informações sobre a investigação médica em torno do caso.

O filho de Bella disse que ainda não recebeu nenhum relatório das autoridades sobre a explicação médica da primeira declaração de morte da mãe e alertou que as coisas “não vão ficar assim”. Ele afirmou que uma irmã da falecida denunciou formalmente o incidente, procurando identificar o médico que a declarou morta.

Bella Montoya acordou durante seu velório em 9 de junho, depois de passar cinco horas dentro de seu caixão em uma funerária em Babahoyo, cerca de 208 quilômetros a sudoeste de Quito, capital do Equador. Os restos mortais de Bella, que era enfermeira aposentada, estão na mesma funerária onde ela acordou. Seu filho disse que ela será enterrada em um cemitério público.

Um comitê técnico foi formado para revisar como o hospital emite atestados de óbito, disse o Ministério da Saúde do país na semana passada.

*AE

sábado, 17 de junho de 2023

Dono de restaurante leva padre ao local para "funcionários confessarem roubo"

Uma taqueria em Sacramento (Califórnia, EUA) sob investigação por salários reduzidos trouxe um padre para fazer com que os trabalhadores “confessassem” os pecados que haviam cometido no local de trabalho, de acordo informações divulgadas nesta semana pelo Departamento do Trabalho dos EUA.

A Taqueria Garibaldi já estava sob investigação do Departamento de Salários e Horas quando um dos proprietários, Eduardo Hernandez, ofereceu os serviços do padre aos funcionários em novembro de 2021, apenas para os funcionários católicos do restaurante. O objetivo era fazer com que eles confessassem ter roubado o restaurante de comida mexicana, conforme acreditava o dono do estabelecimento, segundo reportagem do “Los Angeles Times”.

“Achei a conversa estranha e diferente das confissões normais”, disse Maria Parra, que trabalhava como garçonete na Taqueria Garibaldi.

Em vez de confessar o que ela queria confessar, o padre informou a Parra que faria perguntas para “tirar os pecados de mim”, escreveu ela em uma declaração juramentada anexada a um processo do Departamento do Trabalho movido contra o restaurante e seus proprietários no ano passado.

“Ele perguntou se eu já havia sido parado por excesso de velocidade, se bebi álcool ou se havia roubado alguma coisa. O padre tinha principalmente perguntas relacionadas ao trabalho, o que achei estranho. O padre perguntou se eu havia roubado alguma coisa no trabalho, se cheguei atrasado ao meu emprego, se fiz alguma coisa para prejudicar meu empregador e se tinha alguma intenção em relação ao meu emprego”, declarou Maria.

À época, a Taqueria Garibaldi estava sendo investigada pela Delegacia de Jornada e Horas por supostamente reter gorjetas de seus funcionários e por não pagar a eles horas extras. Os donos do restaurante também foram acusados ​​pelo departamento de interferir na investigação e ameaçar os funcionários com consequências imigratórias caso colaborassem com a investigação.

Os donos do restaurante – Eduardo Hernandez, Hector Manual Martinez Galindo e Alejandro Rodriguez – foram condenados em maio por um juiz federal do Distrito Leste da Califórnia a pagar US$ 140 mil (cerca de R$ 678 mil) em salários atrasados ​​e danos aos funcionários do restaurante como parte de um acordo.

Via Fanotícias

segunda-feira, 12 de junho de 2023

Idosa dada como morta acorda e é retirada do próprio caixão no Equador

Uma idosa acordou dentro de um caixão na província de Los Ríosno, no Equador, logo após um velório de cinco horas de vigília. A informção foi repassada pelo filho da mulher, segundo a Agência France Presse, neste domingo (11) e a mulher segue em observação no hospital.

Bella Montoya, de 76 anos, foi vista dentro do próprio caixão aberto e respirando com dificuldade após horas confinada. Por fim, percebendo a movimentação, dois homens a auxiliaram e a colocaram em uma maca.

A imprensa equatoriana noticiou o caso celebrando a "ressurreição" de Bella e o filho, que divulgou a história, comentou que até mesmo uma certidão de óbito já havia sido emitida.

MESMO HOSPITAL

O mesmo hospital que declarou a morte de Bella ficou responsável por atendê-la após o despertar. "Minha mãe está no oxigênio. O coração dela está estável. O médico apertou a mão dela e ela reagiu; eles me dizem que isso é bom, porque significa que ela está reagindo aos poucos", acrescentou o filho da idosa ao jornal "El Universo", do Equador.

Bella Montoya foi declarada morta após uma parada cardiorrespiratória. Ainda conforme a história contada pelos jornais locais, ela teria sofrido uma catalepsia, condição que capaz de paralisar o corpo completamente e até mesmo a respiração.

"Pouco a pouco estou assimilando o que aconteceu. Agora só peço que a saúde de minha mãe melhore. Quero ela viva e ao meu lado", declarou Balberán, ainda aguardando a alta da mãe.

Via Diário do Nordeste

quinta-feira, 1 de junho de 2023

Bezerra nasce sem as patas dianteiras e chama atenção com postura de ‘canguru’

Um caso de anomalia genética animal está chamando a atenção de curiosos, no município de Banabuiú. Uma bezerra nasceu sem as patas dianteiras e ainda assim, sobrevive há cerca de 15 dias. Quando tenta andar, como não tem auxílio das patas da frente, o animal lembra a postura de um canguru.

O fato teria ocorrido na localidade de Jurema Velha, e depois que foi mostrado pelo jornal Diário do Nordeste ganhou ainda mais repercussão. O agricultor e pecuarista Sebastião Firmo, de 57 anos, garante que nunca viu algo parecido antes.

“Nunca tinha visto isso na minha vida. Todo mundo achou curioso. Muita gente ligando e pedindo para ver a bezerra”, contou ao jornal. Ele não é o dono do animal, mas a bezerra está mantida num curral de sua propriedade, e recebe o auxílio de funcionários dele para alimentá-la.

Percebendo que o filho nasceu com defeito, a vaca que pariu a bezerra teria rejeitado o animal, e conforme Sebastião chegou a tentar pisotear o bicho, numa clara demonstração de negação. Por conta disso, eles são mantidos em currais separados.

De acordo com um médico veterinário ouvido pelo Diário do Nordeste, a bezerra em Banabuiú possui um problema chamado agenesia. Trata-se de uma alteração hereditária de desenvolvimento, identificada pela ausência ou formação incompleta de estruturas anatômicas. No caso dos órgão que são pares, pode ser unilateral ou bilateral.

Revista Central

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More